domingo, novembro 20, 2005

REFUGIADOS AMBIENTAIS















Esta situação descrita por Luis Afonso esta semana num dos seus Bartoon é elucidadtiva da dimensão do problema, da insustentabilidade a que se chegou e o mais alto nível a que o problema é discutido e acompanhado.

Por "cá" ainda parece tudo uma ficção, com o mercado das emissões de CO2 a ser levado a sério sómente quendo as multas pesadas determinadas pelo Protocolo de Quioto começarem a doer, quando o nivel das àguas do mar começarem a subir e o ar se tornar insustentável para respirar (porque aumentam as emissões e diminuem os sorvedouros de carbono - florestas) , mas isso talvez só afete (pensam eles) os filhos e netos de quem agora ,enriquece ou dá a enriquecer, decidindo como coisa sua, sobre os espaços naturais e o ordenamento do território, infelizmente a ciência diz-mos que assim não é, e que ao ritmo a que se caminha essas consequência chegarão mais cedo do que se estima e se pretende ignorar.

Ao nivel mais básico (a todos os níveis) do poder, brinca-se com os PDM, com os espaços verdes e com o espaço fisico dos concelhos como se de um jogo do monopólio se tratasse sem ver que todas as decisões que têm sido tomadas nos levam para uma só direcção, a do abismo!

Hoje com, e, sobre o poder, dominam os Bancos e os Promotores e Construtores imobiliàrios, curioso que na Margem Sul seria suposto as coisas funcionares segundo outra ideologia, por isso é de uma tremenda hipocrisia quando o senhor Bernardino Soares critica os lucros apresentados pelo sistema bancário, quando esses lucros são sobretudo resultado do endividamento das familias em habitação (sobrevalorizada pela especulação) , sendo esse bem, habitação, algo em que intervêm como beneficiàrios os epeculadores, os bancos, os construtores e promotores, e as próprias autarquias... que lógicamente também lucram e muito com o sistema!!! (até com a Habitação Social) Sobretudo as da Margem Sul , uma das zonas onde mais se tem construido nas ultimas décadas!!!

A situação a curto prazo para quem reside na Margem Sul levará a que muitos partam , tal o acelerado nível de degradação ambiental e social a que se assiste, e com tendência a agravar ,dando a muitos todo o sentido local (salvaguardando as devidas distâncias) , ao cartoon apresentado como introdução.

Na realidade o sentido desta mobilização das Nações Unidas vem de erros ambientais cometidos um pouco por todo o mundo, tais como o Mar de Aral e Tchernobyl quando ainda faziam parte da ex URSS (perguntem aos inumeros emigrantes Ucranianos sobre a sua Tchernobyl), o que se assiste na Amazónia, o que pesa sobre todas as populações insulares e costeiras afectadas por uma possivel subida do nivel dos Oceanos, as populações afectadas por secas, pela desertificação ou por fenómenos que tenham a ver com as alterações climáticas.

Pena que os senhores autarcas nada saibam sobre as teorias do caos e a influência que uma pequena alteração num ecossistema possa ter para a vida local ou mesmo num ponto afastado dali.

Pena que sejam tão só aquilo que são...uns joguetes do imediato!

15 comentários:

Anónimo disse...

refugiados do ambiente parece um gueto de idealistas, que vao ficar acantonados, á espera que o Gueterres ( alto comissario) os vá visitar.

talvez "fugitivos do ambiente" se adeque melhor ao caso.

nao se esqueçam dos animais que sao nossos amigos , nao é só as plantinhas , as ervas e as árvores.

mas nao é preciso fugir. o povo soberano decidiu nas ultimas eleiçoes , designadamente nas autárquicas, o futuro da margem sul do tejo. mesmo com as alianças pré e pós eleitorais, umas ás claras outras totalmente ás ocultas , o povo é que mais ordena.

" á procura do amanha andam homens e senhores "

por aqui são os senhores da guerra de betão que , para já, tomaram o comando .

Anónimo disse...

sera´que nova iorque , paris, bruxelas e outras cidades têm menos poluiçao que por "cá" ?

a tendencia saloia de dizer mal do nosso país continua .

já não sei qual é pato bravo se o que controi ou aquele que está sempre a dizer mal.

o ponto verde ja mostrou imagens da holanda. mas aí tudo é diferente a começar pelo consumo da droga promovido pelo Estado e pela violencia .


e já agora os Estados Unidos já assinaram quioto?

American way of life ao que obrigas.

ainda hei de ver o ponto verde a defender o Bush

Anónimo disse...

sera´que nova iorque , paris, bruxelas e outras cidades têm menos poluiçao que por "cá" ?

a tendencia saloia de dizer mal do nosso país continua .

já não sei qual é pato bravo se o que controi ou aquele que está sempre a dizer mal.

o ponto verde ja mostrou imagens da holanda. mas aí tudo é diferente a começar pelo consumo da droga promovido pelo Estado e pela violencia .


e já agora os Estados Unidos já assinaram quioto?

American way of life ao que obrigas.

ainda hei de ver o ponto verde a defender o Bush

Anónimo disse...

A Av da Liberdade é a rua mais poluida da Europa, será que este anormal tem noção do que diz nos seus comentários? Claro que são só para lançar a confusão, a menos que seja um caso de esquizofrenia sem saída.

Anónimo disse...

ha por aí um que fala muito em esquizofrenia. deve ser aquele que já é conhecido por dizer uma coisa a uns e outra a outros sobre a mesma matéria e a mesma aos dois e quando chega o momento da verdade nem ele próprio sabe o que disse e só vê o que lhe interessa.

podemos enganar durante algum tempo mas durante todo o tempo é impossivel e já se viu o filme todo.

nem trambique nem cacique só esquizofrenique, ainda por cima com antecedentes e recaídas sucessivas.

Anónimo disse...

o ponto verde continua a falar dos lucros dos bancos e do endividamento das familias.

eu aconselhava-o a fazer um crédito pelo telefone e depois a falar pessoalmente com o agiota que coordena essas operações , que , ao que sei, é do seu conhecimento pessoal. Ao que sei não parte um cristal , mas na sua actuação é um verdadeiro predador.

ainda o vamos a ver a emprestar dinheiro pelo telefone ás autarquias. E repare que até é amigo dos autarcas comunistas . inclusivamente a sua campanha foi feita na mesma empresa que a CDU , e há já quem diga que foi paga por eles. Isto quando mete o grande capital coitadinho do nosso povo e ai de quem se mete com a politica da direita . jeroinimo, jeronimo ao que chegaste

Anónimo disse...

ó pá o gajo que disse que a av. da liberdade é a mais poluida do mundo é o mesmo que anda por aí a gabar-se que tem lá um escritório e na volta é tudo prá boca porque não tem nada ? o mesmo que era só grande estilo de vida e folga financeira mas á primeira correu que nem um desalmado para os braços do poder comuna em troca dos mil eurozitos e mais telemóvel . bem... cá pra mim acho que a coisa tá com um grande ambiente.

Anónimo disse...

eu acho é que isto com tanto dioxido de carbono vai aquecer .

Anónimo disse...

nao me digas que o pcp pagou a sua campanha e a da oposiçao . eina !!

por isso é que em concelhos como o seixal foi onde gastaram mais dinheiro na campanha autárquica.

isto é um espectaculo . Ó soto moura antes que sejas corrido pelo Primeiro mete lá a mão nisto porque na massa já é tarde .

Anónimo disse...

eu trabalho na av. da liberdade e protesto por insinuarem que é a rua mais poluida da europa e que isso pode provocar comportamentos marginais violentos mal educados e alterar a personalidade de tal forma a que chega a um ponto que é notorio.


viva a liberdade . viva a av da liberdade.

Anónimo disse...

ja ca faltava o passado que so arranja confusao. mistura os alhos com os bogalhos .

Pinta da Costa disse...

Foi mesmo o tontinho habitual do fim de semana que por aqui passou, cada blog seu "emplastro", será o gajo da pinta ? Já agora, esquizofrenia é assim como uma dupla personalidade, o meu amigo até houve vozer que lhe ditam estes brilhantes comentários não é ? Pois trate-se !!!

Anónimo disse...

estes tipos aqui do blog sao como os de leste. quando a conversa nao agrada dizem que sao todos loucos e se houvesse siberia aqui até para lá os mandavam.

so que felizmente aqui os factos podem ser apurados . qualquer dia no desespero ate injecçoes dao nos adversarios .


patos bravos com a mania das grandezas e da modernice.

LB disse...

Mas porque é que não se discute o que realmente interessa??? - Em vez de atacar o autor do blog porque é que não "atacam" o que ele diz? - Apresentem propostas alternativas, modelos de desenvolvimento diferentes... defendam este modelo que está a ser seguido!
Se ele é bom, se serve os interesses das comunidades, nomeadamente do Seixal, então digam-no, provem-nos que a construção de mais uma mega superfície comercial no concelho é um investimento indespensável para o progresso do concelho.
Provem-nos que a construção de mais 5.000 fogos nos terrenos norte da SN valem a pena... que tudo isto vale a pena e que as acessibilidades ao concelho, já de si congestionadas não vão ficar piores, que a limpeza daqueles terrenos vai ser paga pelo promotor imobiliário...
É neste tipo de discussão que se ganha alguma coisa... que se avança! mas pelos vistos, pessoas existem para quem o progresso é apenas e só aquele que eles têm na sua cabeça! isso só deveria funcionar para questões clubisticas, em que o nosso clube é sempre prejudicado mesmo quando a bola está 1 mt dentro da baliza :)

Pelos vistos funciona também para outras áreas, nomeadamente "partidarices"!

P.S.: O boletim quinzenal da CMS, traz esta quinzena uma reportagem sobre a presença das empresas do concelho na FIL construção e aquilo está escrito de uma maneira que é um orgulho. Pode-se ler esta preciosidade do presidente da Urbindustria que afirma querer uma alteração do PDM para permitir a construção na área norte da SN ao mesmo tempo que se diz convencido de que uma empresa brasileira de laminagem virá para cá instalar uma grande fábrica. O melhor de dois mundos... É por estas e por outras que a Espanha reviu a sua taxa de crescimento em alta e nós, de cada vez que há uma revisão é sempre em baixa!
O nosso modelo é que é bom!

chapa disse...

Quando não houver nada para proteger, surgirão os planos de "Agenda 21 local", envolvendo os cidadãos para melhorar o ambiente. Até lá o poder é dono e senhor da capacidade de hipotecar o futuro.