segunda-feira, julho 30, 2007

RADIOACTIVIDADE NO SEIXAL ?


O PCP denunciou ontem através do seu grupo parlamentar, a existência de radioactividade na Siderurgia do Seixal, atravessamos a silly-season, pelo que nada estranha, no entanto esta denúncia a ser verdade tem que ser tomada a sério e não como um tema que se guarda na manga da agenda politica para ser noticia quando convém.

Sendo verdade, o alerta é de elogiar, pois é das raras denúncias de que ambientalmente algo vai mal no Seixal vindas do PCP, concelho onde desde do advento do "poder local" , sempre o PCP tem detido a maioria da Câmara.

Logo estranha-se que a autarquia, empenhada que está em vigílias várias em relação ao funcionamento do sistema nacional de saúde no Seixal não tenha tomado uma posição sobre este assunto, tanto mais que está a decorrer a consulta pública para o denominado Plano de Pormenor da Siderurgia Nacional.


A Contaminação de que o PCP dá conta pode afectar tanto os solos (local) , da àgua do estuário do Tejo, quanto a emissão pelo ar de uma vasta região, a começar pela zona circundante da Siderurgia.

O país do Futebol devia estar também preocupado pois pode estar a ser contaminado o Centro de Estágios do Benfica, e isso claro, já pode ser um problema nacional.


Agora o que falta é de dados concretos , quais os níveis de contaminação, qual a monitorização que é feita, exigência de controlo por parte do Ministério do Ambiente, com participação da autarquia, não basta "suspeitas muito fortes sobre a utilização de sucata com níveis de radioactividade superiores ao permitido por lei" , já o Grupo Parlamentar do PCP deveria ter apresentado um requerimento à AR denunciando este caso que ao que parece foi levantado há dois meses pelos "VERDES" , que parece têm estado desde então ocupados com outros temas mais importantes...logo, parece que para a CDU (PCP+VERDES) isto é só um tema de agenda e nada mais.

Mas o que é facto, é que feita esta denúncia, há que ir ao fundo da questão, de onde vêm essas sucatas radioactivas, de que tipo de laboração provêm, qual a monitorização e controlo feito do percurso até à Siderurgia, como ficam depositadas no solo, quais os índices de radioactividade, qual o tipo de protecção dada aos trabalhadores e como é monitorizada a sua saúde. E já que um deputado da república refere que existe "enorme intranquilidade junto da população" há que tranquilizar a população, e isso é tarefa do Governo através do Ministério do Ambiente, da Siderurgia e da Autarquia.


O que é que foi feito ? Ou a coisa afinal é grave , mas não se alteram as férias por causa disso?

É que se nada disto for feito, se isto não preocupar ao nível da Câmara, maioria e oposição, então deduz-se que não é tão grave assim e que os deputados do PCP na A.R. são alarmistas e pouco sérios !

9 comentários:

ex-militante disse...

Isso é manobra de diversão para distraír de outros temas, p.e. o PP da Siderurgia, vão urbanizar aqueles terrenos que eram dos nossos operários e agora vêm com estas tratas.

Anónimo disse...

A sucata radioactiva é descarregada no terminal fluvial da Quimiparque HÁ ANOS.posteriormente são transportados por via rodoviária para Paio Pires.
E, todos os anos surgem notícias que dão conta de tal facto.
Curiosamente, o PC Barreiro não tem dado grande atenção ao assunto...

cidadão disse...

O que pensam os senhores deputados fazer nos próximos dias, é que com a radioactividade nãpo se brinca, horas podem ser fatais! E os senhores autarcas, o que pensa a maioria fazer agora que foram alertados pelo próprio partido.

Anónimo disse...

A denúncia é de louvar. Tanto mais que a lebre já tinha saído da toca - http://www.pcp.pt/index.php?option=com_content&task=view&id=18820&Itemid=120.
Octávio Lima (ondas3.blogs.sapo.pt)

aldeão de paio pires disse...

Sou habitante de Paio Pires e funcionário da SN, estou cheio de medo agora que os senhores deputados do PCP denunciaram esta situação, quero saber o que é que o senhor Alfredo Monteiro vai fazer e senhor vereador do ambiente também.

Anónimo disse...

o ponto está numa encruzilhada :

se apoiar o requerimento do deputado do PCP e a defesa do ambiente está a defender o negocio da urbanizaçao da siderurgia .

se não apoiar o requerimento é tido como tendencioso e arauto a soldo de interesses partidarios .

ponto mete férias . Antuerpia é bom , la as pedras brilham cá até os calhaus estão em cinzas

Anónimo disse...

A confusão que vai nessa cabecinha.

Por um lado o PCP é bom, mas que raio o que estou a dizer, o PCP é sempre mau.

Mete férias

Ponto Verde disse...

Encruzilhadas nos caminhos de Antuérpia não são certamente os meus e as iniciativas do PCP são uma palhaçada para gerar noticias nesta sillY- season, ontem a noticia saíu no Correio da manhã via Lusa e hoje no Diário de Noticias, e qual o papel da CMS?

É mais uma fantochada ao estilo "VERDES"...

Anónimo disse...

Vindo do PCP isto cheira-me ou a engano do camarada denunciador ou a estratégia para -- mais tarde -- pedir o encerramento de tão nociva indústria naquelas paragens.

É que não se fazem empreendimentos de luxo, condomínios privados e "centros de estágio" tão junto a coisa tão "radioactivas".

Mas isto deve ser a má lingua e o meu anti-comunismo primário a falar. Já para não falar da minha imensa ignorância, claro.