quinta-feira, março 16, 2006

SEIXAL - CORDÃO HUMANO PELA JUSTIÇA QUE A CÂMARA NÃO ASSUME








No Seixal um recurso da Câmara vai obrigar à repetição no próximo mês de parte do julgamento (por meras questões de pormenor juridico) que condenou a autarquia pela morte de uma criança de quatro anos no Seixal, depois desta ter caído (1999) numa caixa de esgoto não tapada, tendo o tribunal concluido que a morte se deu por afogamento no esgoto e responsabilizou totalmente o município, o caso deu-se junto à Ponte da Fraternidade - na imagem - nome irónico tal a ausência de Fraternidade por parte dos autarcas!!!

Isto faz-me lembrar o caso do Aquaparque cujo desfecho já ninguém recorda para além de terem morrido duas crianças, parece que muitos anos depois os pais, arrazados lá conseguiram, à beira da prescrição, uma indemnização.

Faz-me lembrar também o caso daquela criança que morreu ao carregar no botão de um semáforo em Lisboa para atravessar a rua, novo Calvário de recursos...

Não é único o caso do Seixal , se bem que este seja o caso mais revoltante, e seja do senso comum a culpa, se a criança caíu acidentalmente (e não se trata aqui sequer de provar o contrário) num colector de esgoto (equipamento da Câmara) então há uma culpa que o senso comum atribui a quem não tinha o equipamento em condições, o mesmo para o caso do Aquaparque, ou no do semáforo...

Só um sistema de justiça arcaico poderá não defender o cidadão dando às empresas ou instituições, que muitas das vezes à custa do erário publico apresentam recurso atrás de recurso com o unico objectivo de atrazar o assumir de responsabilidades ou de fugirem dessa mesma responsabilidade jogando na morosidade da justiça e na prescrição dos casos.

Absolutamente vergonhoso, os cidadãos que se pretendem para o cordão humano pelo Hospital deviam envergar uma T-Shirt exigindo justiça pela morte daquela criança junto aquela mesma Baía. A criança de quatro anos chamava-se Rogério!

5 comentários:

Anónimo disse...

Absolutamente vergonhoso é a morte de uma criança ser utilizada para ataques politicos.

Anónimo disse...

Esses senhores NÂO MERECEM é REPRESENTAR UM POVO que depois em TRIBUNAL é DESRESPEITADO! BANDALHEIRA ESSA GENTE!

Anónimo disse...

Tudo isto existe...tudo isto é triste...tudo isto é fado...Comunista!!!

João Amado disse...

Uma justiça feita à medida dos grandes e poderosos, compreendo que o irrite quando tal é feito em nome do Povo e do Socialismo, para servir supostamente os mais desfavorecidos. Uma Mentira!

Terraforma disse...

Liberdade, Igualdade, Fraternidade ...
Como diz o outro Deixa-me rir ...