quarta-feira, dezembro 28, 2005

2005 EM BALANÇO - 2

O Betão e a extinção dos sobreiros da Margem Sul. Foto-Feijó

A propósito deste nosso balanço do ano recebemos comentários a pôr em questão a nossa credibilidade por só "criticarmos o mal e não darmos ênfase ao bom e às alternativas possiveis", pois vou hoje aqui, em destaque e em balanço trazer uma das mais positivas e importantes decisões tomadas no Seixal e no país no ano que agora finda.

Tratou-se da multa aplicada aos responsáveis pelo corte ilegal de 1200 sobreiros na Quinta da Princesa para em seu lugar se erguerem acessos e uma nova grande superfície comercial. Os responsáveis pelo corte ou que com ele lucraram , para além da pesada multa e impedimento de construir foram também obrigados a reflorestar a àrea.

Outro caso exemplar foi também em Palmela o impedimento da construção de uma urbanização em pleno montado protegido e impedida por despacho do governo.

Claro que em muitos outros pontos sobreiros foram arrazados sem apelo nem agravo e sem qualquer sensibilidade, nomeadamente no Seixal o campeão desta prática na Margem Sul este ano (Alto do Moinho, Torre da Marinha, no Centro de Estágio do Benfica , na já mencionada Quinta da Princesa...) mas também na Moita e no Montijo (Centro Logístico) , como oportunamente denunciámos.

Espera-se agora para ver se da aplicação das penalizações impostas ,vai haver no futuro uma jurisprudência com os casos sancionados ou se a boçalidade e a ignorância (de autarcas e promotores) vão continuar a dominar acima do interesse publico e ambiental.

7 comentários:

Gary Freedman disse...

Já agora, espero e desejo que 2006 seja um excelente ano para vós!

Anónimo disse...

O Ponto verde gabar-se de ter denunciado o abate de sobreiros no Montijo representa mais uma das muitas mentiras apregoadas pelo mesmo. Sobre esse abate os únicos comentários que houve foram de anónimos que fizeram referência a tal abate, expondo um comunicado do PEV, o qual merceu criticas do Ponto Verde.
Frase do dia
Ponto Verde mentiroso, o povo está atento!

lb disse...

às vezes pergunto-me se o Ponto Verde se está a candidatar a algum cargo político, tal é a forma como é atacado quando denuncia algo!
Na maior parte das vezes, tenho a sensação que toda a gente se conhece por aqui e que na maioria das vezes as "bocas" são "private jokes"... ou seja, a discussão não passa pelos temas mas sim pelas pessoas, o que como se sabe, é um dos principais problemas nacionais - discutem-se pessoas em vez de ideias!

PONTO DE AFERIÇÃO disse...

A credibilidade conquista-se, com rigor, com verdade, com trabalho, com provas dadas...
Os temas ambientais devem ser tratados com a seriedade necessária, acima das paixões e cegueira "políticodependente".
A crítica justa mostra evidências, deixando para os "iluminados" espaço para daí tirarem as suas conclusões mais ou menos imaginativas.
Todos esperamos que este blog consiga mostrar as evidências, boas ou más, sem perder de vista o que acabo de referir, expurgando-as de considerações próprias da vulgaridade potitiqueira.
Balancem sem cair.
Bom Ano Novo

PONTO DE AFERIÇÃO disse...

Correcção à mensagem anterior:

...próprias da vulgaridade politiqueira.

Luciana disse...

FELIX ANO NOVO!

Nuno disse...

Sei que vou um pouco tarde, mas... já começaram a reflorestação na Quinta da Princesa?