segunda-feira, agosto 25, 2008

HABITAÇÃO SOCIAL - DEMÉTRIAS E OLIMPICAS DESCULPAS


Devo confessar que cada vez há menos pachorra para aceitar a hipocrisia e as desculpas que os autarcas eleitos pelo PCP dão, sempre que são confrontados com os seus actos ou omissões ou quando se lhes é demonstrado por A + B que o que supostamente professam está no lado diametralmente oposto da suposta filosofia politica que os suporta.

Maiores desculpas que a destes autarcas , só as recentes desculpas do fracasso do grupo excurssionista que acompanhava com o mesmo estatuto os atletas da delegação olimpica nacional.

Vem isto a propósito de um texto publicado no Setubal na Rede por um ex Presidente de Câmara CDU , agora eufemisticamente auto-pronunciado (PDC) , o Engenheiro Demétrio Alves , sobre os processos e as politicas recentes de habitação social , quando teve responsabilidade nalguns desses empreendimentos.

Como poderá depreender da leitura do texto , mesmo em época de
silly-season , são confrangedoras as desculpas , mas uma questão gostaria de pôr ao Senhor Engenheiro , mesmo considerando "as incertezas" de que assume inferir sobre a temática , é que se as autarquias Comunistas, daqui para o futuro e face aos resultados há muito e à sua avaliação, relembro :

« Os grandes bairros de “habitação social” constituídos por dezenas de edifícios de sete e oito andares (ou mais), concentrados num local, normalmente nas periferias das cidades situadas nos antípodas das “zonas boas”, e, geralmente, com uma fraca qualidade construtiva e com espaços envolventes desqualificados, conduziram a graves situações urbanas e sociais em vários países, como se sabe pelo que aconteceu nos EUA, em Inglaterra (Southampton), e em França (periferias de Paris). Por isso houve lugar a diversas demolições e novos realojamentos maciços nessas cidades.»

Pergunto se daqui para o futuro a CDU vai inverter estes erros do passado, abandonando este modelo assumidamente errado ou vai de novo arranjar desculpas para continuar a sua forma imoral de engenharia politico-eleitoral plantando Bairros Sociais nas periferias junto a Urbanizações de classes sociais mais privilegiadas no sentido de neutralizar futuras tendências eleitorais adversas para a própria CDU ?

Tem aliás imensa piada e a maior das contradições, na mesma página do jornal electrónico onde Demétrio Alves defende que o problema da habitação em Portugal tem a ver pelo facto de ser " um negócio especulativo" fruto de uma "sociedade dominada pelo tipo de produção Capitalista, e ver nessa mesma página (na imagem) o destaque dado ao "Project Finance" - especulativo - promovido pela Presidende Comunista na Câmara de Setúbal ... (continua).

Nota final : E face ao artigo de fundo do Setúbal na Rede (O Plano de Pormenor do Bonfim) ainda têm lata de falar na injustiça das grandes fortunas (clique)...

11 comentários:

hkt disse...

Talvez devessemos começar por ponderar estes números:

Densidade populacional freguesia da Portela - 15.441/km2 !!!

http://www.cm-loures.pt/RedeSocial/diag_res_portela.aspx?seccao=comissoes

Outras freguesias de Loures têm números aproximados. Isto é um armazém onde as pessoas se empilham.

ex-militante disse...

Bem visto HKT, mas no Seixal idêntica politica, por área habitável iremos dar aos mesmos números ou pior, veja Santa Marta do Pinhal o que é aquilo senão um silo humano ?

j.a. disse...

Mas quem é esta gente que não dá a cara para pôr em causa uma pessoa com a craveira do Engenheiro Dmétrio Alves ? Um homem de elevada estatura moral e civíca e conhecedor , melhor do que minguém destes problemas?
Deviam ir era para o Tarrafal provar o que é bom.

Anónimo disse...

Gostava de saber o que o destacado dirigente Francisco Lopes têm a dizer sobre o Plano de Pormenor do Bonfim e o enriquecimento que vai dar a alguns.

Daniel Geraldes disse...

Não tem nada a dizer, porque são todos gatos do mesmo saco.

Anónimo disse...

Algumas das grandes fortunas são feitas também com a ajuda do PCP/CDU. Não faz sentido que os membros do PCP andem a criticar as grandes fortunas quando eles também ou contribuem para elas ou fazem parte delas. A Câmara do Seixal CDU deixou que o Belmiro de Azevedo construisse um continente na Torre da Marinha dentro de aglomerado populacional junto a uma linha de água e para o que demoliu património arquitetónico existente na quinta nova. Em parte nenhuma do mundo civilizado os continentes e estabelecimentos semelhantes são construidos dentro de aglomerados populacionais são sim nos arredores das cidades, mas no seixal a Câmara comunista permitiu este atentado ao meio ambiente e ao ordenamento do território contribuindo com isso para enriquecer mais o Belmiro de Azevedo e matando completamente o comércio local. Estes senhores comunistas deviam ter vergonha e fazer um exame de consciência porque para fazer fortuna eles também são especialistas e à conta de cargos públicos o que ainda é mais vergonhoso. Vejam a vida dos autarcas e assessores e dirigentes hoje e quando foram para a política. A fortuna não é igual à do Belmiro de Azevedo mas em proporção também cresceu mais do que devia.

Anónimo disse...

Este senhor Demétrio Alves e afins à muito que deviam ter enfiado a viola no saco. Não há já quem os aguente. Sugam quanto podem e vão a todas. Quando não são autarcas são comentadores, haja paciência. Deixem o lugar para outros. É caso para dizer "eles comem tudo e não deixam nada"

Anónimo disse...

O articulista ex.PDC tem mesmo muita lata.

hkt disse...

Bom quando se faça de Loures, e de Demétrio Alves devo relembrar que o excelso engenheiro não gosta muito de blogues (porquê? não sei).
Ver: http://tomarpartido.blogs.sapo.pt/924419.html

hkt disse...

Errata: onde se lê "faça" leia-se "trata"
:)

Ponto Verde disse...

Obrigado HKT, nós sabemos e a té já fomos brindados com umas "ameaças" de D.A.

http://a-sul.blogspot.com/2007/09/reciclagem-dos-autarcas-e-ecologitas-de.html