sexta-feira, agosto 01, 2008

PONTO NEGRO


Faz sentido esta campanha de prevenção rodoviária levada a cabo no Distrito de Setúbal, sobretudo neste início do êxodo de Agosto , a campanha pretende assinalar os pontos negros das nossas estradas, locais onde, num espaço de 200 metros, ocorreram pelo menos cinco acidentes com vítimas .

E faz tanto sentido porque a circulação nas nossas estradas transformou-se numa verdadeira guerra cívil . Só no Distrito de Setúbal em 2007 ocorreram 2668 acidentes com vítimas, 79 desses acidentes provocaram 93 mortes , mais nove do que em 2006.

Uma dos pontos referenciados é a Estrada EN 378 , Seixal-Sesimbra , foi colocado um ponto negro - na imagem - na Flor da Mata, num troço onde a autarquia do Seixal pretendia construír um bairro social, com saída directa para este troço de via considerado dos mais perigosos e com maior número de vitímas registados.

É óbvio que há também responsabilidades das autarquias de Sesimbra e Seixal neste balanço trágico ,uma vez que têm fomentado o crescimento urbano e o consequente aumento de tráfego mantendo-se as caracteristicas da via .

Por outro lado acresce responsabilidade á Câmara do Seixal por ter permitido a transformação da EN 378 numa verdadeira feira á beira da estrada.

2 comentários:

Paulo Edson Cunha disse...

Caro Ponto Verde,
Complementando a notícia:
Dos oito pontos negros assinalados pelo Governo Civil de Setúbal o Seixal foi o concelho que registou mais acidentes com feridos, sendo referido exactamente dessa forma.
A conclusão das obras na Estrada Nacional 10 é, aliás, na opinião da Sra. Governadora Civil, o facto que vai permitir a eliminação destes pontos negros.
Pergunto: se se sabe a solução há tanto tempo, porque não se conclui a obra? Os responsáveis por esse atraso são, assim, responsáveis por, no mínimo, a manutênção destes dois pontos negros apontados pelo estudo do Governo Civil.
Boas férias.

ex-militante disse...

O que falta em civismo sobra em rotundas, se fosse no meu tempo diziamoe que pontos negros há muitos seus palermas.