quinta-feira, agosto 24, 2006

SETÚBAL, MAIS UM EXEMPLO DA DITADURA - 1













foto: Rotunda no Seixal, 2 metros de diâmetro, 4 sinais de rotunda mais um poste... é obra CDU no seu melhor

O que se tem passado nos últimos dias em Setúbal é mais uma prova de que há uma degradação dos valores democráticos a Sul do Tejo e com eles a degradação dos valores ambientais e sociais aqui sistemáticamente denunciados.

A forma como se elege e destitui um presidente de Câmara de uma Capital de Distrito é elucidativa do que contará o anónimo cidadão eleitor ou a qualidade ambiental do espaço onde reside para a "Soeiro Pereira Gomes".

Temos aqui denunciado também o abandono a que a Península de Setúbal tem vindo a ser votada pelas direcções das outras forças politicas e que consequentemente tem levado a que se tivesse instalado em termos autárquicos por parte de uma CDU deixada em roda livre, a prepotência, a incompetência e o despotismo. As orientações vêm mais da Organização Distrital - DOR Setúbal - do que dos Paços dos Concelhos, vem mais das concelhias que dos gabinetes dos presidentes e vereadores, vem mais no sentido de continuar a servir o Partido e os interesses à sua volta do que de servir os cidadãos.

Depois continua a funcionar a velha tática do controleiro do quarteirão que vai à sua maneira servindo de "bufo " sobre descontentamentos locais que existindo terão logo primeiro uma infiltração com o objectivo de provocar uma cisão ou implosão desse descontentamento local. Não o conseguindo a coisa avança para o nível da célula , manda a cartilha que se encontre os pontos fracos do cidadão, se denigra pessoalmente quem conteste e se necessário se chegue a outras formas de coação ou de aliciamento... matando qualquer foco de movimento cívico ...desde que não enquadrado pelo Partido....

Há também na blogosfera um sucedâneo desses paladinos da "honra e bons costumes" na figura de alguns que já se chegaram a considerar "comentadores residentes", sempre prontos a pôr em prática a versão digital do que é afinal uma básicamente boçal, luta pela sobrevivência de si e dos seus ...

Sendo uma entidade fechada sobre si mesma e com votos de silêncio , dificilmente saberemos a verdade do que se acaba de passar em Setúbal, mas fica no ar a curiosidade!

Quanto à transposição prática do que aconteceu, é um alerta para que este subito acordar para a vida autárquica do PCP não se esgote na silly-season e de futuro se dê mais atenção a esta Península e a esta Gente que merecia outra gente a governá-la, é que não nos esqueçamos, Fracos lideres fazem fraca a forte gente...

7 comentários:

João Afonso disse...

boçais são as mentiras e os disparates que aqui são escritos... Por este andar se o PCP eventualmente decidisse pedir a saida de Alfredo Monteiro aqui estaria o pontinho verde a defender o Alfredo, porque a final o Alfredo até era um grande Presidente de Câmara e o PCP injustamente estava a afastá-lo.

Anónimo disse...

Então caro João Afonso, porque razões foi o Soura afastado? E pelos vistos o amigo acha que há razões para o Alfredo apanhar a mesma camioneta.

Martin Salvador disse...

Pelas palavras do Camarada João Afonso se vê o ninho de víboras que é o PCP, grandes camaradas, grandes amigos, agora o Carlos Sousa já não presta, e a seguir,vão apagá-lo das fotografias como no tempo do Estralinismo? Fingir que nunca existiu? Ou inventar que era um espião a soldo do Capitalismo?

Expliquem é quais as razões que estãp por detrás de tudo isto!

Caparicano disse...

O que aconteceu em Setúbal foi quase inédito em Portugal, algo de muito grave se passou...e mais grave ainda ser o PCP a afastar um Presidente de Câmara !

Lembro os menos atentos que para as autárquicas se vota em pessoas, não nos partidos. Então quem votou Carlos Sousa nas eleições decerto se sente defraudado.

Jerónimo de Sousa disse...

"Nem sempre os melhores homens são os homens melhores..."

sobre Carlos Sousa

renovador disse...

Estamos perante um partido com organização e pensamento do séc. XIX.
Estamos perante um partido virado para o seu umbigo, preocupando-se muito pouco com as pessoas.
Estamos perante um partido que se serve das pessoas para se auto-alimentar.

Estamos perante um partido que produz uma política em que o joão afonso é uma amostra: quem não é do PCP é reaccionário. Abatem-se as pessoas em nome do partido.

Anónimo disse...

Um dos lemas da campanha autárquica da CDU foi a Transparência.

Se não foi pelo caso das reformas, como todos em uníssono afirmaram, então porque não divulga o Partido em questão os verdadeiros motivos do afastamento de METADE do executivo camarário em Setúbal? Ou, pelo menos, qual é afinal o seu conceito de Transparência .

Ou será que é mesmo verdade que este municipio é governado a partir da 5 de Outubro e alguns dos brilhantes conselheiros do autarca lhe "fizeram a cama" ao aconselhá-lo a usar o estratagema dos processos disciplinares?