sábado, agosto 05, 2006

A BETONIZAÇÃO DO SEIXAL - "A BOLA" HÁ UM ANO ESCREVIA PARTE 2















Interesses imobiliários privados, do Benfica e de promotores imobiliários... assim como a vaidade dos autarcas em associar o nome do Clube à autarquia da margem Sul, secundarizaram o interesse dos Seixalenses, do seu Património Construído e ambiental.


- O NEGÓCIO DO SEIXAL - parte II
, 06-08-2005

VILARINHO E MÁRIO DIAS REPRESENTARAM CLUBE
Benfica recebeu terrenos para o centro de estágio

A Euroárea oficializou ontem a cedência dos terrenos numa cerimónia onde esteve igualmente presente o presidente da Câmara Municipal do Seixal. As obras arrancam em Janeiro

A DIRECÇÃO do Benfica recebeu ontem, da Euroárea, os dois lotes de terreno (um total de 15 hectares) reservados ao centro de estágio do clube a construir no Seixal.

Além de Manuel Vilarinho e Mário Dias, em representação do Benfica, esteve na Luz o presidente da Câmara Municipal do Seixal, Alfredo Monteiro. Pela Euroárea compareceram Dias Branco e António Conceição Ferreira.

No final da cerimónia, o presidente do Benfica manifestou o seu contentamento pelo acordo. “Esta doação era de extrema importância para o clube, pois vai permitir a construção de um campo de treinos onde os jogadores poderão treinar com tranquilidade. Além disso vai permitir a formação de atletas, pois Portugal é um país exportador de jogadores”. O dirigente expressou ainda o seu contentamento pelo facto de o “Benfica estar a criar património” depois de este elenco directivo ter estado “um ano e dois meses a pagar dívidas”. Vilarinho garantiu ainda que
as obras vão arrancar em Janeiro, que o projecto terá a participação de terceiros
e acrescentou que a única contrapartida dada pelo clube “será a sua presença no Seixal”.

Alfredo Monteiro mostrou-se igualmente agradado com o acordo (a Câmara do Seixal recebeu um lote de terreno) e afirmou: “Este é um acto de grande significado que vai para além de um projecto. A partir deste momento, o Benfica está fisicamente no Seixal.”

O autarca salientou ainda o facto de este projecto “permitir o desenvolvimento do desporto no Seixal”, considerando o Benfica como “o embaixador do desporto português”. No final revelou ainda que o lote cedido à autarquia será utilizado para a construção de um Estádio Municipal.

Autor: JOÃO SOARES RIBEIRO
Data: Sexta-Feira, 7 de Dezembro de 2001

Sem comentários: