quarta-feira, janeiro 28, 2009

ASSIM SE VÊ...


...COMO É GERIDA UMA AUTARQUIA DO PCP !

Como um elemento eleito por voto livre e directo pela população é obrigado ao dever de vassalagem (acatado pacificamente durante muitos anos ) não ao Po
vo , mas aos dirigentes do Partido .

A forma como é cobrada a actuação que deve ser no minimo tomada por educação ou protocolo
( «actos de cerimónia do senhor primeiro-ministro» ) , são perfeitamente absurdas num Estado Democrático e de direito .


Esta orientação , leva a questionar , se mesmo depois dos avultados investimentos do Governo anunciados recentemente para a Margem Sul ( Esquadras PSP Seixal e Barreiro, IC 32 ... ) depois de outros já concluídos como o Metro Sul do Tejo , se o PCP por filosofia vai continuiar a levantar a bandeira miserabilista e bota-a-baixista ?


A Notícia a que me refiro é esta da TSF que cito:

" O autarca de Sines anunciou a sua desvinculação do PCP devido a «recriminações e acusações» lançadas contra si por causa da sua acção de autarca. Manuel Coelho diz que estas recriminações são «absurdas, idiotas, insuportáveis e não mais toleráveis».

O presidente da Câmara Municipal de Sines anunciou, esta terça-feira, a sua desvinculação do PCP, no qual militava há 35 anos, na sequência de «recriminações e acusações» do partido em relação a decisões tomadas enquanto autarca.

Em conferência de imprensa, Manuel Coelho explicou que comunicou pessoalmente a «três elementos dirigentes do partido» esta sua decisão no sábado, «após uma discussão semelhante a outras e que levou, inevitavelmente, a esta decisão».

O autarca, que está a cumprir o seu terceiro mandato, considerou as recriminações e acusações de que foi alvo em reuniões partidárias como «absurdas, idiotas, insuportáveis e não mais toleráveis».

Manuel Coelho disse ter sido questionado sobre os motivos pelos quais tem comparecido nos «actos de cerimónia do senhor primeiro-ministro» ou sobre «o que disse, ou quis dizer, em entrevistas sobre o interesse dos investimentos em Sines».

Estes factos levaram-no a uma «análise dos fundamentos ideológicos, da estrutura, dos programas e das práticas políticas do PCP», o que o levou à decisão de desvinculação que anunciou esta terça-feira.

«Concluo que este partido está impregnado de um conjunto de características típicas de organizações dogmáticas, com disciplina de caserna, que o tornam uma organização estalinizada, com práticas reaccionárias, envolvidas de um discurso pretensamente progressista, mas, de facto, retrógrado», concluiu. "


Directamente de Sines a análise do blogue Pedra do Homem , e aqui a posição do PCP local, sobre este caso (clique)
___________________________________________



Deixamos gratuítamente a Manuel Coelho e a todos os que fogem ao controlo do Comitê Central, uma campanha alternativa ao "Sim é possível " , o "original" novo slogan da CDU .

Nota: Qualquer semelhança estre este "Sim é possível " e o outro (clique)... é pura coincidência !

11 comentários:

ex-militante disse...

Pois é caro pontoverde, mais um, e eles já são tantos . A Campanha está o máximo , fartei-me de rir , vou mandar por mail aos meus amigos .

Daniel Geraldes disse...

Agora fiquei curioso, quem é que manda no Seixal, já que o Sr. Presidente Alfredo Monteiro não manda?

Anónimo disse...

Daniel, quem manda no Seixal são os donos daquela Quinta na Amora. Tudo é orientado para valorizar a propriedade. Vai finalmente ter uma estrada nova e quem sabe, até um metro :) Assim é que é !

Anónimo disse...

SIM É POSSÍVEL - ACABAR COM A DITADURA

SIM É POSSÍVEL - ACABAR COM O COMPADRIO

SIM É POSSÍVEL - DEFENDER O AMBIENTE

SIM É POSSÍVEL - PRESERVAR O PATRIMÓNIO

SIM É POSSÍVEL - TERMOS MAIS QUAIDADE DE VIDA

SIM É POSSÍVEL - QUE A CDU GOVERNE SÓ COM 20% DE VOTOS

SIM É POSSÍVEL - CORRER COM A CDU

José Carlos Pereira disse...

Em 1974 houve a revolução dos cravos, em 2009 no Seixal, existirá a revolução dos votos.
Urge, para bem do concelho do Seixal e dos seus munícipes, deixar de ser governado por uma força política (Partido Comunista), aonde os interesses partidários, estão acima de qualquer outro.
Este Ex. Militante do PCP e autarca de Sines, retrata bem, a forma de actuar à muito conhecida, do partido comunista.

Anónimo disse...

Como dizia o poeta “MEU POVO LIBERTA-TE, LIBERTA-TE MEU POVO, OU MORRE”

Liberte-mo-nos deste jugo do PCP!

k7pirata disse...

Foi distinguido com o Prémio Dardos.

Anónimo disse...

João Afonso disse...

Mais um que quer taxo, e como no PCP não há taxos, está-se a encostar ao PS. E como o objectivo dele é o taxo no PS nada melhor do que criticar o PCP com os chavões tipicos dos ditos socialistas do PS. E daí as criticas que faz ao PCP.
Vai ser bonito é o aparelho do PS em Sines que disse "cobras e lagartos" deste senhor, vir agora dizer que o mesmo é um "poço de virtudes" e o melhor candidato do mundo a Presidente da Câmara de Sines e por isso o PS vai apoiar. Isto só demonstra duas coisas o PS é um partido sem verticalidade, sem valores e sem ideiais! E quem quer taxos nada melhor do que se encostar ao PS!

Anónimo disse...

A Câmara municipal do seixal está ingovernável. O Partido aperta o cerco aos trabalhadores. Há depressões por tudo o que é local de trabalho. O presidente e os veradores andam a fazer plenários de propaganda politica e de intoxicação dos trabalhadores a que os trabalhadores são obrigados a ir. O ambiente é muito mau ninguem respeita ninguem. Alguns directores são prepotentes com as costas quentes do partido maltratam os trabalhadores como se estivessem em pleno sec XXI na idade média ou se estivessem na URSS. É urgente tirar a CDU da Câmara do Seixal. Todos temos de votar para que o Seixal volte a ter a liberdade que a CDU lhe tem tirado. A ditadura feroz que o PCP exerce sobre os trabalhadores da camara é mais feroz do que qualquer ditadura fascista.

Anónimo disse...

O comentador anterior tem toda a razão , como disse um histórico do PCP, o Presidente da Câmara de Sines :

«Concluo que este partido está impregnado de um conjunto de características típicas de organizações dogmáticas, com disciplina de caserna, que o tornam uma organização estalinizada, com práticas reaccionárias, envolvidas de um discurso pretensamente progressista, mas, de facto, retrógrado»

Anónimo disse...

A Câmara do seixal pôs uma camarada ucraniana a chefiar serviços em que ela usa a tortura psicologica com os trabalhadores à boa maneira sovietica ao ponto de haver já trabalhadores a pedir a reforma por não aguentarem a pressão psicologica.Isto tudo se passa no departamento do director prepotente que está a ser investigado pela judiciaria. É esta a camara do Alfredo Monteiro. É esta a camara da CDU. Isto passa-se em Portugal em 2009 num país democrático. É urgente mudar este estado de coisas.