sexta-feira, janeiro 30, 2009

A VIA ALTERNATIVA PARA A ATALAIA

«É preocupante que a legislação ambiental
seja usada para protecção
de determinados grupos económicos»
Helena Almeida Publico 29/1/08


Foi como sabem desbloqueado juridicamente o processo que vai permitir contornar o embroglio juridico provocado pelo corte ilegal de sobreiros na Quinta da Princesa, através de um despacho que declara a "Imprescindível utilidade pública da obra" .

O despacho declara, preto no branco que, as razões da sua publicação têm a ver, sobretudo com o
"interesse público, económico e social do empreendimento, as melhorias das condições de transporte e segurança de pessoas e bens, bem como o projecto de compensação na qual se prevê uma arborização de 5,8 hectares" .

Não refere aquele despacho , a autorização para a construção de habitação , nem muito menos de um Carrefour , condições sinequanon do anterior projecto, até porque , relembre-se ,era o Carrefour que pagava o brilharete dos acessos cujos louros seriam colhidos pela autarquia PCP.

Relembre-se também, que um dos argumentos (da autarquia) para a construção de mais um Hipermercado no Seixal , desta feita do Grupo Carrefour ... era a concorrência que faria ao Continente-Sonae , "com vantagem económicas para os seixalenses" ... acontece que o Carrefour foi entretanto comprado pela Sonae , deixando-se de verificar a anterior fantasiosa premissa e benefício para os seixalenses !

Hoje em dia, ainda conseguem justificar a conclusão da via , mas ninguém no seu perfeito juizo , a menos que tenha interesses directos no negócio, pode defender a construção , quer de mais habitação , quer de mais um Hipermercado naquela zona que, no restante e para além da via, deve continuar um espaço natural !

Ficamos a aguardar a (obrigatória) arborização de 5,8 hectares a ser feita por uma autarquia que em 35 anos não arborizou um, mas permitiu a deflorestação de milhares de hectares de área florestal !

9 comentários:

Anónimo disse...

Um blogue ambientalista que não se refere ao FreePort ou à coincineração é tão ambientalista como anti-comunista.

Parabéns e continua a escrever estas porcarias para ires destraindo os papalvos.

Viva a corrupção, com o PSD e PS mais Betão!

Anónimo disse...

31 de Julho 2005, A-Sul sobre Freeport:

http://a-sul.blogspot.com/2005/07/freeport-sem-licena.html
______________________________

4 Julho 2006 A-Sul sobre co-incineracao

http://a-sul.blogspot.com/2006/03/co-incinerao-na-arrbida-mais-uma-vez.html

e 1 Julho 2006

http://a-sul.blogspot.com/2006/07/uma-viso-sobre-co-incinerao-na-arrbida.html

Quando os temas incomodam, como a promiscuidade PCP-Câmara do Seixal, atira-se para o ar e tenta-se fazer nova genda.

A corrupcão da CDU-PCP naa câmaras da Margem Sul fede de interesses instalados.

ex-militante disse...

A quinta da Atalaia foi um negócio da China feito pelo PCP graças à sua autarquia CDU. Mas como está um bocadinho fora de mão , vá de criar uma estrada para a servir (e valorizar), vá de fazer o metro por lá passar (para fazer crescer o investimento) ... depois ... urbaniza-se a Quinta e muda-se a Festa para outro lado. Grande negócio, e ainda falam do Freeport.

Anónimo disse...

http://a-sul.blogspot.com/2006/07/uma-viso-sobre-co-incinerao-na-arrbida.html


Este texto é de um comunista. Ainda bem que são credíveis.

Anónimo disse...

Esta camara continua a cortar e arrancar arvores. As arvores da marginal do seixal que já tinham 4 anos já tinham crescido alguma coisa foram agora surrateiramente quase todas substituidas por outras quem quizer confirmar é so dar atenção aos troncos das que ainda não foram mudadas para ver que são diferentes. Agora as arvores ficam a pegar e daqui a 4 anos ou menos vão arrancá-las outra vez. Isto só não vai acontecer porque daqui a 4 anos a CDU já não é poder na Câmara do Seixal.

Daniel Geraldes disse...

A única alternativa para a Atalaia, é que a CM Seixal não seja comunista.

Ponto Negro disse...

De acordo com tracejado inicial, esta estrada, já deverá cortar / passar / atravessar terrenos da quinta da Atalaia...

Parece-me que para além dos grupos económicos que fala, o próprio PCP tem, também, sérios interesses na negociata!

150.000.000$00... julgo que foi quando custou a Quinta da Atalaia há aproximadamente duas décadas.

Vamos ver quanto vai render o talhão aos vermelhos!

Seixalense Atento disse...

Ao anonimo de 1/30/2009 10:37:00 AM

Será que também é um dos corruptos, entre a C.M.Seixal e o grupo A. Silva & Silva?
A capital do Betão, é mesmo aqui no Seixal.

Anónimo disse...

http://rveblog.blogspot.com/2009/01/cduseixal-vs-en10.html