quarta-feira, maio 12, 2010

A CIRCULAR VERMELHA - A ÚLTIMA MACHADADA 3



A Notícia é do Correio da Manhã do passado dia 6 de Maio.

« Insultos, ânimos exaltados, empurrões e muita emoção. Poucos minutos passavam das 09h00, quando Américo Alves viu ontem um forte contingente de 35 homens da GNR e técnicos da Câmara Municipal de Almada entrarem nos terrenos que cultiva com a sua família há gerações, na Costa de Caparica. Terrenos adquiridos pela Câmara em 1972, mas cujos arrendatários lutam há anos em tribunal, com os processos ainda a decorrer. Apesar de não haver sentença, foi ordenada a tomada dos terrenos agrícolas, com nervos à mistura.

'Isto é uma vergonha, estes terrenos são nossos', gritavam algumas das pessoas que ganham o sustento com aquelas terras agrícolas ao mesmo tempo que tentavam impedir que os militares da GNR entrassem no terreno e que os funcionários camarários arrancassem os equipamentos de rega.

'Entraram aqui e não apresentaram um único papel, além de que existem processos em tribunal e uma providência cautelar. Notificaram-me para sair até 28 de Abril, mas não podem fazer isto, pois ainda não há nenhuma sentença e eu pago uma renda todos os meses. Isto é a minha vida e o meu ganha pão', disse ao CM Américo Alves, de 66 anos, que explora o terreno, ao mesmo tempo que mostrava os papéis do tribunal. 'Esta é uma guerra antiga e a senhora presidente da Câmara está a roubar-nos. Ela só faz isto para ganhar dinheiro. Somos pessoas honestas e de trabalho.'

A Câmara pretende construir prédios de habitação social naquele espaço e ontem, com a protecção da GNR, procedeu à limitação do terreno e à colocação de vedações. Américo Alves promete continuar a lutar nos tribunais.»

15 comentários:

Anónimo disse...

A habitação social é uma grande negociata em Portugal e dá para tudo. Com tanta habitação vaga em Portugal e nos concelhos desta banda isto é um acto criminoso e não o que a câmara quer fazer parecer.

Niagara Et Al disse...

Se é para habitação social mais vale estarem quietinhos. Deixem lá o homem tratar das alfaces e mandem os sociais para o melhor bairro social da margem sul - pinheiro da cruz.

João Freire disse...

Aí está: Maria Emília a tirar a quem trabalha para dar a quem vive à conta.

Os comunistas adoram a pobreza (e os caciques em geral, com a diferença de que nestes jogam apenas considerações práticas-eleitoralistas, nos comunistas é um dado ideológico assumido): os pobres são compráveis por tuta e meia e tendem a votar comunista. Quem discorda, que me dê um exemplo de município CDU que seja dinâmico, atraia a iniciativa privada e gere riqueza. Tudo isto é estratégia da terra queimada, atitude clássica dos comunistas por todo o mundo, do "quanto pior melhor", e é um truque velho como o velho Marx - o Ex-Militante que me corrija se minto.

Mas acham que os agricultores da Costa a quem tiraram o complemento da reforma e, em alguns casos, o único ganha-pão, se vão vergar e esquecer de quem os expoliou? Não me parece.

Anónimo disse...

Destruír culturas e instrumentos como são as estruturas de rega é CRIMINOSO.

Permitir a construção de bairros clandestinos utilizados para tráfico de droga e covil de criminosos como é o Bairro das terras da Costa é SER CUMPLICE DE CRIMINOSOS E PREVARICADORES DA LEI.

A CÂMARA DE ALMADA DÁ COBERTURA A ISTO TUDO.

Ex-militante disse...

Tenho que dar razão ao Sr João Freire, a utopia não era isto, mas foi nisto que a utopia se tornou , sobretido depois de se ter transformado em dogmática.
Quanto pior melhor , mas quanto melhor eles se servirem para se alimentarem e aos seus e também ao partido melhor e é só o que interessa. Vejam os luxos a que se atribuem , carros novos e outras benesses e dando o minimo aos trabalhadores das autarquias, pondo alguns menos desejáveis na parteleira etc.
Isto é uma vergonha com culpas da oposição veja o site do jovem vereador do PSD do PSD do Seixal que foi candidato Revoltadaslaranjas e veja a criancice daquilo , histérico com o Benfica e expondo o filho de uma forma que até é perigosa para o miudo.

Anónimo disse...

O Obama do Seixal agora diz-se irmão do Alfredo Monteiro LOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOLLLLLLLLLLLLLLLLL , já sabíamos isso há muito .
http://pauloedsonc.blogspot.com/

Anónimo disse...

A CMA, Caparica "Turismo de Qualidade" com bairros de habitação social a volta, que maravilha. A Emilia no seu melhor.

Caparicando disse...

1 - Não houve em 36 anos nenhum investimento direccionado para o Turismo feito pela Câmara de Almada.

2 - A Câmara de Almada suburbanizou e permitiu construção em massa e sem cuidado arquitectónico a Costa de Caparica.

3 - A Câmara de Almada destruiu a vida comunitária e social da Costa de Caparica, a começar pela demolição do local de tertulia local que era o Café Costa Nova para construír um mamarracho chamado edificio O Pescador.

4 - A pesca já morreu , agora há que acabar com os agricultores para acabar com a cultura local e com a memória histórica antes do suburbio.

Anónimo disse...

Começam a perder o controle das noticias do lado certo. A porcaria é tanta que já não conseguem esconder.

Anónimo disse...

Os Tribunais não funcionam e só premeiam os bandidos, sejam de "colarinho branco", "camisa vermelha" ou "gravata laranja".

A corja que nos governa está a soldo dos interesses urbanísticos e pouco há a fazer.

De que serve irem para os Tribunais se daqui a uns dias aqueles terrenos serão aterrados de inertes para os tornar irreversivelmente improdutivos?

Qualquer dia temos de ser mais gregos e menos caganeiros e pegar em armas!

Isto já só lá vai à bala à bomba e ao cocktail incendiário.

João Freire disse...

Tudo isto é muito bizarro, sabem?

Eu ainda sou do tempo em que o PCP apregoava:

"A TERRA A QUEM A TRABALHA"

Quem os viu e quem os vê! Agora tiram-ne a quem trabalha para a dar a quem especula, a quem a cobre de betão e, enfim, a quem enche os bolsos à custa da destruição do nosso solo agrícola e florestal. Grandes comunistas me saíram!

Anónimo disse...

REVOLTA ! REVOLTA ! REVOLTA! REVOLTA !REVOLTA ! REVOLTA ! REVOLTA! REVOLTA !REVOLTA ! REVOLTA ! REVOLTA! REVOLTA !REVOLTA ! REVOLTA ! REVOLTA! REVOLTA !REVOLTA ! REVOLTA ! REVOLTA! REVOLTA !REVOLTA ! REVOLTA ! REVOLTA! REVOLTA !REVOLTA ! REVOLTA ! REVOLTA! REVOLTA !

Anónimo disse...

Clamará ainda o PCP por Catarina Eufémia??
Para quem criminalizava os grandes latifundiários do Alentejo e defendia a terra a quem a trabalhava, 36 anos depois é o que se vê...

cidadao disse...

As novas palavras de ordem do PCP :

- A TERRA A QUEM MUDA O USO DO SOLO NO PDM!

- RESERVA AGRICOLA AOS CONSTRUTORES CIVIS, JÁ !

- O BETÃO É QUEM MAIS ORDENA!

Anónimo disse...

Maria Emilia que vai acabar o mandato e vai para a direcção do metro de Almada e a filha que gere a Ecalma, outra chulice pegada.
Máfia familiar e cunhas, e depois diz que é comuna...
A Costa para mim é o maior antro de caca dos últimos tempos...Revitalizam a zona com um programa Pólis e depois o tipo de pessoas que frequenta a zona já é o que é, com um bairro social melhor vai ser. Em vez de ser Costa de Caparica, acho que o passo seguinte é chegar a um notário e mudar o nome para "Gangster Paradise". Os Bairros sociais ñ levam a lado nenhum, espalhem e dispersem essa gente ao pé de pessoas normais,eles é que têm de se adaptar a nós e seguir o exemplo, agora não somos nós que temos de ser coniventes com os actos descabidos e dar um desconto pq é do bairro é dum mundo á parte...
Áh já agora a câmara municipal quando executa o poder de expropriação e dá uma data de saída, antes de despejar a familia, já tem de ter local de alojamento preparado para receber a familia, indmenizá-la e se não o fez é grave. É usufruir de abuso de autoridade para atingir os fins.

Enfim, só se metem com pessoas mais que humildes, pq estas ñ estão a para das leis e direitos.

Diga-se de passagem que executar uma obra á força que estava na gaveta há 10 anos como é o Metro, tb denota grande interesse próprio que propriamente uma mais valia á cidade. Constroi Metro, acaba o mandato de Almada e voa para Administração do Metro...
TACHOS E MAIS TACHOS!!