sábado, outubro 27, 2007

VISÃO AMBIENTAL






















Um destaque para a edição desta semana da revista Visão, quase que integralmente dedicada ao ambiente e que ao mesmo tempo faz parte de uma campanha destinada à distribuição de árvores pelas autarquias interessadas.


Foram neste número reunidas várias opiniões e posições sobre o tema e analisadas véria temáticas dada a multidisciplinariedade que o tema Ambiente pressupõe.

A Visão pretende também a partir desta semana disponibilizar um « "micro site verde" cujo objectivo é dar continuidade, na Internet à edição especial da Visão.


Pode assim clicar em
www.visao.pt ou vá a uma banca comprar este numero da Visão cheio de informação pertinente e importante para todos nós e para o nosso futuro.

2 comentários:

banheirense disse...

Al Gore e a lenda do nunca

Li um texto no citadino, que alerta que o político elitista Al Gore, que realiza conferências para alguns, à porta fechada, mediante o pagamento de 175 mil dólares, anda a privatizar a questão do clima. O “trabalho de Al Gore” sugere o investimento de grossas fatias do PIB para combater o aquecimento global, baseando-se em estudos que projectam a economia mundial para lá de 2200. Que grande treta!

Um reputado e antigo activista da Greenpeace, Bjorn Lomborg, ataca esta visão em alguns pressupostos duvidosos:

1- O custo social por tonelada de CO2 de 85 US$ é elevado quando comparado com o valor apontado pelo maior especialista da matéria – Wiliam Nordhaus, que o calcula em 2,5 US$.
2- Al Gore usa os cenários mais catastrofistas alimentando estas previsões que permitiram lançar o imposto mundial sobre o aquecimento global.
3- Os últimos dados aferidos sobre a medição da temperatura global (conceito que não merece concordância de muitos), dizem respeito aos recolhidos desde 1979 pelos satélites NOAA que apenas registam um aumento de temperatura de 0,1ºC em vez de os 0,4ºC medidos à superfície, e ainda assim pouco significativos, o que indicam uma estabilização das temperaturas.

Sugiro que Al Gore poupe energia, tanto no seu consumo doméstico como nas suas milionárias intervenções, porque de mentiras já estamos fartos!

Etiquetas: al gore, uma mentira muito conveniente

posted by nunocavaco

Anónimo disse...

Esta é que é a verdade, já é tempo de calar o palhaço borra botas do gore, que devia aprender a escrever potatoes, em vez de potatos.