quinta-feira, outubro 11, 2007

O FUTURO FOI ONTEM ! HOJE JÁ ESTAMOS ATRASADOS!



Que tal uma central solar fotovoltaica composta por 52300 painéis gerando 11 MWp de potência, com uma produção por hora de 20 GW e uma produção anual esperada de 21 mil MWh representando uma poupança em petróleo de 1720 toneladas (12 556 barris ano) e evitando o lançamento para a atmosfera de 19 mil toneladas de CO2 por ano???

Relembro para as contas acima que actualmente o barril de petróleo ronda os 80 dólares! Ficção ? Irreal ? Demagogia ? Isso só lá fora!!! Felizmente nenhuma destas opções, a resposte é realidade nacional instalada em Brinches-Serpa. É um projecto iniciado em finais de 2002 e concluído em Junho do ano passado, tendo entrado em operação parcial em Janeiro deste ano.

Cá pela margem sul, as autarquias estão mais interessadas em interagir entre si e buscar investimento, não a este nível exemplar, mas no imobiliário ,nos parques logisticos , nos parques temáticos... nas obras publicas baseadas no betão e no alcatrão e claro...nas rotundas!!!

Sobre os Parques temáticos, independente da orientação politica, são , esgotadas as rotundas, os pavilhões multiusos e as piscinas municipais... o ultimo bibelot para as promessas eleitorais que começam a despontar, na Moita aguardamos a prometida abertura do Parque da Lusitaniedade, que deverá ser para breve...isto segundo o prometido...felizmente que parece ser mais um nado morto...mas outras autarquias e outras forças politicas navegam na mesma ausência de ideias.

Senhores autarcas e futuros candidatos, deixem-se de projectos sem utilidade nem necessidade e invistam (e orientem investimento nos vossos concelhos) antes em parques eólicos, em "Quintas fotovoltaicas" ou noutras formas de energia renovável como o hidrogéneo, despoluam e recuperem a Siderurgia, a Quimiparque e a Lisnave e dêm outras valências sobretudo ao nivel das industrias não poluentes e de alto valor acrescentado de base tecnológica bem como reservem algum do seu muito espaço para gerarem energia limpa e inesgotável!

Transformem esses espaços que podem ser também de lazer, que podem ser também espaços verdes num verdadeiro "parque temático", cujo tema será a "Qualidade de vida" e "A educação humanista" ou a "Ecologia e sustentabilidade ambiental" ...


Isto é o que precisavamos que já estivesse a funcionar e não uma margem sul mesclada de Luna Parques, de Shoppings, de Condomínios ou de Outlets e muito menos de Parques Temáticos alienantes e estupidificantes, para isso o país já tem o Futebol e os dez estádios construídos para o Euro 2004!!!

Relembro as áreas brutais , os "vazios urbanos" ou "espaços abandonados" que tanto incomodam os nossos promotores imobiliários , por exemplo as centenas de hectares ocupados pela Lisnave, pala Siderurgia, pela Quimiparque ou ainda as centenas ocupadas pelos areeiros abandonados do Seixal...

5 comentários:

Barra disse...

Então e começar-se a encher de paineis solares os terraços dos edifícios construídos? .. com a quantidade de edifícios bonitos feios assim assim que há pela margem sul, de certeza que dá para ser autosuficiente e até exportar para a china ;)

jsd seixal disse...

3 NOVOS POSTS SOBRE A VERGONHA DO PROMETIDO PELA CMSEIXAL.

www.juventudeseixal.blogspot.com

www.jsdseixal.com/blog

Paulo Edson Cunha disse...

Bravo, Ponto Verde.
Excelente contributo nos dá a todos.
Alguém do Executivo apreenderá as suas palavras neste post?
O futuro, nestas questões ambientais é já ontem...só não percebe quem não quer.

Carlos (Brocas) disse...

"evitando o lançamento para a atmosfera de 19 mil toneladas de CO2 por ano???"
Pouco mais do que a CMMoita vai poupar com a troca de 18 viaturas.
http://berbequim.wordpress.com/2007/09/24/10000-toneladas/

;))

Anónimo disse...

Decreto-Lei n.º 340/2007, D.R. n.º 197, Série I de 2007-10-12

Ministério da Economia e da Inovação

Altera o Decreto-Lei n.º 270/2001, de 6 de Outubro, que aprova o regime jurídico da pesquisa e exploração de massas minerais (pedreiras)

http://www.dre.pt/pdf1sdip
/2007/10/19700/0733707374.PDF