quinta-feira, setembro 11, 2008

ESCOLA PROFESSOR CARLOS RIBEIRO


O tema hoje até nem era para ser este, mas já que estamos em início de ano lectivo , até que é oportuno e vem no seguimento do post de ontem.

Tem a ver exactamente com um comentário aqui deixado por um leitor:


"... em relação "aos apoios" às escolas, é serem-no. Isto é, sendo as escolas do 1º CICLO, de responsabilidade das câmaras, é muito estranho, que estas em vez de terem orçamento tenham "apoios". Isto sugere, que só leva "apoio" quem se porta bem, quem faz a vontade ao dono. Comecem, mas é a dizer no principio do ano a dizer às escolas o dinheiro com que podem contar, e apoiem, mas é actividades que não sejam da responsabilidade da Câmara."

Este comentário traduz até que ponto há uma politização do sector da educação ( ninguém duvidará na instrumentalização feita pelo PCP contra o governo) mas pode localmente ainda assumir outros contornos, desde os "apoios" até aos nomes das escolas ou dos agrupamentos de escolas.

Por exemplo, pegando no anúncio feito sobre os apoios dados pela Câmara do Seixal e publicados em meia página no último número do Jornal Comércio do Seixal e Sesimbra , temos como "patronos" das escolas do concelho do Seixal ou topónimos locais, ou personalidades de mérito , mas que muitos deles, pouco ou nada nada têm a ver com o Seixal.


Há sobretudo um grande número de escolas sem patrono, como é o caso do Agrupamento de escolas de Pinhal dos Frades.

Há cerca de três anos houve de entre os professores e Conselho Directivo intenção de atribuír nome à escola , uns eram adeptos de um nome referente a uma conhecida autora com ligações ao PCP , outra corrente achava que a escola deveria ter como patrono o Professor Carlos Ribeiro, Homem do Seixal , pela sua vida ao serviço do concelho , pela sua carreira como médico, cientista e pedagogo , ex. Bastonário da Ordem dos Médicos, pelo seu incomparável curriculum e pelas suas qualidades humanas e ligação civica com o meio e às colectividades do Seixal e mais recentemente com o contributo que tem dado à Universidade Sénior do Seixal ...

Democráticamente , na escola , foi escolhido o nome do Professor Carlos Ribeiro... para "dar nome" ao Agrupamento de Escolas de Pinhal dos Frades.


Mas o nome parece não ter agradado às forças reinantes , aquelas que definem apoios ... e o nome do Professor Carlos Ribeiro caíu desenvergonhada e estalinisticamente ... no esquecimento...

O que pretendo dizer com este exemplo do Professor Carlos Ribeiro ?
Bom, o mesmo que quero dizer com os apoios às escolas, às colectividades...às actividades desportivas e outras, às ideias , como a criação de uma Policia Municipal...

O que partir ou fôr passivel de instrumentalizar pelo PCP fantástico, promove-se à exaustão, se o não é , ridiculariza-se . Quando tal não é possível , ostracisa-se sem pudor e sem vergonha ...

No caso do Professor Carlos Ribeiro o caso é exemplar , o senhor tem uma rua no Seixal com o seu nome , uma medalha creio que de mérito municipal segundo a pesquisa que fiz , mas nunca foi sequer convidado a participar numa iniciativa da autarquia no âmbito da Saúde denominada Seixal Saudável ... o senhor se calhar até agradece... mas menos partidarite no desporto , na cultura , na participação civica , na defesa do património e do ambiente são não só desejáveis, mas urgentes depois do que se assemelha a 33 anos de ditadura.

38 comentários:

seixaleiro disse...

O Comunismo só enaltece quem o serve ou bajula, quem contesta mesmo velhos comunistas são excluídos. Agora uma escola no Seixal com o nome do Dr. Carlos era mais que merecida e uma honra para o Seixal.

Samuel Cruz disse...

Concordo em absoluto com tudo o que aqui foi dito, o Professor Doutor Carlos Ribeiro é o mais insigne Seixaleiro vivo.

Daniel Geraldes disse...

Não conheço a pessoa, e nunca tinha ouvido falar, mas pelo seu curriculum, deve ser um homem de grandes virtudes e merecedor de tão ilustre homenagem.

Anónimo disse...

O Daniel porque não ofereces uma "cremesse" a um homem de grandes virtudes e merecedor de tão ilustre homenagem.

Daniel Geraldes disse...

Mais depressa, ofereço um servidor e a porta da rua como se faz aos cães a si e ao seu amigo, do que premeio alguem com merito, no que toca a incompetentes são bem menos exigente em premia-los do que por comparação no que toca aos competentes.

ex-militante disse...

Estou de acordo, a questãp aqui não é o Sr.Professor (este sim é Professor) não precisa pôr-se em bicos dos pés para ter ou não uma escola com o seu nome.
Q que acontece é que foi a Comunidade Educativa de Pinhal dos Frades que decidiu democráticamente pôr o nome à escola. Havia outra corrente que tinha "outra ideia".
A vergonha é que depois de decidido e informado o senhor , tudo ficou em águas de bacalhau.
No meu entender não merece nem mais nem menos do que Cargaleiro, José Afonso... que têm o seu nome em escolas do concelho, mas estes não se opuseram à destruição de uma mancha verde pela autarquia como o Dr.Carlos.

seixaleiro sénior disse...

Pois é, passou o crivo democrático mas não pasou o crivo politico , o senhor é um exemplo que nem todos conhecem, aí está mais uma pecha desta autarquia que não divulga quem deve divulgar.
O incompetente do vereador Silva, da Corália, até do jovem Joaquim todos conhecem. Quem não é do Partido não.
Ainda sou do tempo do Dr.Carlos a fazer consultas de bicicleta no Seixal, não olhando a rico ou a pobre, se tinha para pagar a consulta ou não e a maioria dos casos não tinha.
As suas aulas na Universidade sénior são as mais concorridas, o senhor Daniel está convidado para assistir.

amigos de amélio disse...

O quer se passa com as escolas passa-se com as colectividades. Há tratamento cirúrgico e diferenciado.Esta história do Dr.Carlos envergonha-me como Seixalense.O Dr Carlos é património vivo do Seixal que é assim enchovalhado da mesma forma que deixam caír património histórico como a Quinta da Trindade.
Este Concelho é dos patos bravo e arrivistas politicos, não dos cientistas ou gentes de cultura (a menos que pertençam ao PCP).

palaio disse...

Carlos Ribeiro passou a infância com os pais no Seixal, morando depois na Aldeia de Paio Pires até aos 33 anos quando casou , mudando-se nessa altura para a Amora e posteriormente habita na freguesia da Arrentela.

É neto e bisneto de pescadores do Seixal e filho de um empregado da firma Mundet , Atónio José Ribeiro de que muitos ainda se recordam.

Frequentou a escola primária Conde de Ferreira no Seixal. Fez parte do primeiro conselho geral do Seixal Futebol Clube , foi Presidente da Assembleia Geral entre 1966 e 1974, fez parte da comissão de honra do pavilhão gimnodesportivo , foi médico do clube graciosamente, presidente da Assembleia Geral do Paio Pires F.C. sendo sócio de mérito da Associação de Futebol de Setúbal.

Reconhecido pelo Município do Seixal como Seixalense de grandes méritos , foi-lhe atrubuída em 1989 a Medalha de Mérito Municipal.

Fez consulta de clinica geral e de cardiologia no Seixal, durante mais de vinte anos. Tem consultório em Almada.

Tem também uma avenida no Seixal com o seu nome.

João Santos disse...

Como é que têm coragem de tamanho despautério a um homem do Seixal , condecorado pelo país, que representou Portugal no Comité Económico e Social e no meio cientifico nacional.
Faz me lembrar aqui há uns dois ou três anos a Câmara ter ído buscar para uma Seixaliada o Professor Fernando Pádua . O professor Carlos Ribeiro não consta que tenha sido sequer convifdado.
Santos de casa não fazem milagres, muito menos se não forem do PCP.

carla disse...

Isto é tudo verdade , finalmente desta vez não há quem aqui venha desmentir do contrário o autor.
Fui professora na Escola EB 2/3 de Pinhal dos Frades entre 2004 e 2007 , vivi os factos referidos neste post.
Devo reconhecer que também eu à altura só tinha conhecimento do Sr.Dr. pela sua passagem pela Ordem dos Médicos.
Tive a propósito da proposta de um nome para o Agrupamento conhecimento do genial e extenso corriculum , havia uma corrente mais pró outra figura "mais de esquerda" mas o nome de Carlos Ribeiro acabou por ganhar por maioria de votos.
De facto estranhei o nome nunca mais constar na entrada, até porque sei que a Conselho Directivo informara até o Prof.Carlos Ribeiro da sua deliberação.
Agora devem estar à espera ou que mude a comunidade educativa para decidirem outra coisa ou o autor tem toda a razão e trata-se de um acto de Estalinismo puro.

Pablo disse...

Sabem qual é o problema do pessoal do PCP, principalmente os jovens do PCP?É que basta irem 3 dias ao Avante, e ouvirem o Sr. Dr. Jerónimo a dizer umas quantas baboseiras, sem contar com o facto de encherem a "carola" de alucinantes, para andarem o resto do ano com ideias "queimadinhas" e sem qualquer nexo.

Anónimo disse...

Estalinismo e obscurantismo , não há por parte da autarquia interesse em divulgar a vida e a obra de Carlos Ribeiro que continua a participar em acções civícas e culturais no país.

Anónimo disse...

Se este senhor fosse um médico cubano já tinha uma estátua à entrada do Seixal, como é Português, nascido e criado no Seixal fazem ouvidos de mercador para darem o seu nome a uma escola. Pequenês de Tuga comuna.

professor não colocado disse...

E se o Dr, Carlos encabeçasse uma lista de cidadãos à Câmara do Seixal?
Pense nisto Dr.Carlos.Eu votava em si! Contra a troupe que reina há mais de trinta anos e contra a oposição que anda a dormir na forma. Essa escola de que fala o artigo não era a escola do Vereador Manuel Pires ?

João Afonso disse...

Mas a Cãmara do Seixal é responsável pela atribuição de nomes às escolas? Tal atribuição não é dos concelhos executivos e do Ministério da Educação?
Pois é mais uma mentira do ponto verde!!! Mas será que o homem só sabe dizer mentiras!!!

Anónimo disse...

E já agora nem uma palavra neste blog:
Autarquia ordena inquérito interno para apurar responsabilidades
QREN: CML investiga atraso de candidatura
A Câmara Municipal de Lisboa (CML) ordenou a realização de um inquérito interno para apurar responsabilidades sobre as falhas nas candidaturas a fundos comunitários do Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN), para financiar a construção e requalificação de escolas.


A vereadora com o pelouro da Educação, Rosália Vargas, anunciou o inquérito no período antes da ordem do dia na reunião de câmara desta quarta-feira, mas minimizou a questão lembrando que as candidaturas vão avançar na segunda fase do Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN).

As candidaturas em causa diziam respeito a dois projectos de ampliação - Escola Básica do 1º Ciclo das laranjeiras e Jardim-de-Infância de Alvalade - e à construção de raiz de um estabelecimento de ensino no Bairro do Armador, cuja primeira pedra foi lançada numa cerimónia em finais de Junho. Cada projecto aprovado recebe um máximo de 800 mil euros de fundos comunitários.

A primeira fase do concurso para a requalificação da rede escolar do primeiro ciclo da região de Lisboa decorreu entre 18 de Janeiro e 30 de Junho, com uma participação comunitária de oito milhões de euros.

Então o ponto verde não pede a demissão do seu camarada de partido e membro do Secretariado Nacional António Costa? Então ele como Presidente de Câmara não devia assumir responsabilidades e demitir-se? Ou a demissão é apenas para os comunistas?... É que o caso de Lisboa ainda é mais grave que o Seixal, pois em Lisboa a candidatura nem sequer foi apresentada, o que demonstra o laxismo existente!

Ponto Verde disse...

O Senhor João Afonso está a brincar ...não está ? Grande brincalhão esse senhor João Afonso , ou quer que eu lhe faça um desenho ?

Quanto ao outro anónimo, veja lá se se entendem qual o o partido a que pertenço ou quem me "paga" , é que anteontem era o PSD , agora pertenço ao PS ? vejam lá se se entendem?

Quanto ao tratamento de assuntos referente à Câmara de Lisboa há excelentes blogues , por exemplo LISBOA SOS que podem encontrar nos links!

Quanto ao Professor Carlos Ribeiro emcabeçar uma lista de cidadãos pelo Seixal, que excelente ideia, a Câmara estava no papo !

ex-militante disse...

Estes Pêcês são muita básicos, então agora Lisboa atrasou-se também na candidatura a fundos e eles vêm clamar a incompetência da malta de Lisboa para justificar a sua incompetência.
O que também é uma forma de reconhecer que afinal houve atraso , contráriamente ao assumido pelo Alfredo Monteiro.
O ponto verde é como eles dizem "Mentiroso" mas agora querem que faça avaliações de todas as Autarquias, parq quê se o que o homem diz é tudo "mentira" ?
Agora a Câmara não tem nada a dizer sobre o nome das escolas, essa é boa, então aqui em Pinhal dos Frades há a vontade democráticamente expressa da Comunidade Educativa (Proofessores+Auxiliares+ Alunos + Encarregados de Educação) , há o parecer favorável da DREL e claro que não há a aprovação da Câmara como o Pseudo João Afonso tão bem sabe.

Anónimo disse...

O ponto Verde quem é que tem a gestão das escolas? É a Câmara??? Ou é o Ministério da Educação?
Todos sabemos que é o Ministério da Educação, logo a Câmara nada tem a ver com o assunto, logo o ponto verde é parvo, ignorante ou mentiroso...

Anónimo disse...

O Afonso tem razão, a malta do Partido é k não quer.

Sandra disse...

O anterior comentário anónimo das 5.21 é pura contra informação , Sobre Pinhal dos Frades estamos a falar de um Agrupamento que envolve Escolas da responsabilidade da autarquia. A malta não é parva sabe ? E os professores não são todos paus mandados do PC:

Ponto Verde disse...

Para contrariar a contra informação que por aqui grassa , volto a afirmar que o Processo de Atribuição de nome de uma escola EB 2+3 ou agrupamento de escolas carece de um entendimento entre a Escola e respectiva Autarquia.

As atitudes aqui publicadas, nomeadamente de um senhor que assina João Afonso é só mais um caso no habitual não assumir de responsabilidades por parte do PCP-CDU seja do que fôr.

Não é de estranhar que estes senhores nunca sejam responsáveis por nada ?

Seixalense disse...

Se o Prof. Carlos Ribeiro gostasse do Seixal já tinha vindo defender a construção do Hospital, todavia nem uma palavra se conhece sobre este assunto, o que demonstra um despreso total pelos Seixalenses e suas justas aspirações.

Paio Pires disse...

Caro Seixalense , o seu presidente de Câmara tem sobre o Dr.Carlos uma opinião diderente da sua veja o que disse a 16 de Março de 2007 no Boletim Municipal:

"O Professor Carlos Ribeiro tem uma diferença distinta própria dos grandes homens e alicerçada em três razões principais.
A primeira é ser um cidadão de corpo inteiro, um humanista, um democrata, profundamente ligado às questões sociais.

A segunda é ser um grande profissional da medicina que inovou, fez história e ajudou ao progresso cientifico e académico.É com grande orgulho que o temos como homem da terra. O doutor Carlos Ribeiro é uma referência para muitas gerações.

A terceira é a ligação que demonstra à sua comunidade e isso vê-se quando abraça projectos como a Uni Seixal. Viajou por todo o mundo, mas sempre defendeu o Seixal como a sua terra e as suas raizes.

Um concelho como o nosso, com elevado crescimento demográfico deve valorizar o seu maior património que é o capital humano, nos exemplos que vêm de pessoas como o Professor Carlos Ribeiro"

(Alfredo Monteiro)

cidadao disse...

O bloqueio à atribuição de o nome de uma escola no Seixal ao Dr.Carlos Ribeiro é mais um caso de muitos por esse país fora de pura arbítrariedade politica .

seixaleiro sénior disse...

Pena o Seixalense não se identificar, se calhar, foi o próprio, ou familiar de um dos muitos atendidos em casa e sem honorários por um Dr.Carlos que se deslocava de bicicleta atendendo aos doentes deste concelho.

Filipe de Arede Nunes disse...

Para esclarecer qual o processo de atribuição de denominação a estabelecimentos de ensino, o melhor será consultar o DL 387/90, na sua redacção actualizada conferida pelo DL 299/07.

Chamo à atenção para o artigo 3.º do diploma que diz:

"1 — A denominação dos estabelecimentos de educação
ou de ensino públicos é fixada por despacho do
Ministro da Educação, por sua iniciativa ou sob proposta
das entidades a que se refere o número seguinte.
2 — São entidades proponentes da denominação dos
estabelecimentos de educação ou de ensino públicos:
a) O órgão de direcção do estabelecimento de educação
ou de ensino;
b) A câmara municipal respectiva."

Cumprimentos,
Filipe de Arede Nunes

Anónimo disse...

Obrigado Filipe, assim se provou que o ponto verde é mentiroso

Anónimo disse...

"Obrigado Filipe, assim se provou que o ponto verde é mentiroso"

Mas o palhaço que disse isto não sabe ler ? Pelos vistos não!

Anónimo disse...

Lol, o gajo não sabe mesmo ler!!!!

Anónimo disse...

Não sabe ler é um comuna trouxa e analfabeto mas deve ter um lugar de "doutor" na camara do seixal e bem pago.

Anónimo disse...

Formidável!
Vejamos:
Pela lei a responsabildade de atribuição de nome a uma Escola é o Orgão representativo da Escola, a assembleia de escola, e a Cãmara Municipal respectiva
A Escola avisa o prof. Carlos Ribeiro que a resolução havia sido tomada, logo não põe entrave, quer portanto que o Nome do Prof. seja atribuido à Escola (ver testemunho da prof.ªCarla). Ora para não ter sido, quem terá obstado? quem podia, segundo a lei, a CMS.
Pergunta-se, como considerar as palavras do senhor Presidente da Câmara (ver oque foi trazido por Paio Pires)?

Anónimo disse...

Sobre este assunto só me ocorre dizer que não queremos a CDU à frente deste concelho. São gente que não respeita os cidadãos que não respeita a nossa história as nossas origens e que não reconheçe as pessoas de valor que se distinguem como é o caso do Dr. Carlos Ribeiro.
Abstenção não! Vamos todos votar em 2009! CDU nunca mais!

insider disse...

Ou as palavras de Alfredo Monteiro encerram a mais ignóbil das hipocrisias , ou houve ordens acima de si no Partido para parar o processo.
Até dou de barato que Alfredo Monteiro tenha sido sincero, assim resta o PCP e não me parece que esteja muito longe da verdade.
Agora, deviam ter vergonha, quem não queria ser a professora Aurora era eu, que cara terá a Presidente do Conselho Directivo que comunicou a deliberação ao visado , da proxima ocasião em que se cruzar com este?

hkt disse...

A tradição neste concelho é o que é. Este caso é um caso a que poderíamos juntar inúmeros outros que foram deixados "cair no esquecimento". As memórias são cirurgicamente controladas. Já agora... há meses que a Assembleia Municipal aprovou, por unânimidade, que a frente ribeirnha de Amora fosse classificada. Para propôr essa classificação é necessário formalizar o processo junto do IPPAR. Vai uma apostinha em como está tudo na estaca ZERO? Vai uma apostinha, em como se contínua a esperar que o tempo faça o "seu trabalho" para depois "lamentar" hipocritamente a derrocada final?

Anónimo disse...

Tudo neste concelho está a ser desbaratado. Deixam apodrecer e cair e esta camara CDU não faz nada. Uns dos ultimos atentados da camara à historia do concelho e da freguesia de amora é a destruição em que se encontra a primeira escola primária do concelho em Amora. o edificio tem estado entregue a uma comunidade dos palops. Um espaço que deveria ser restaurado e servir como espaço de cultura para os amorenses está a servir para uns quantos lá irem beber umas cervejas e assar uns coiratos.

AS MINHAS FOTOGRAFIAS disse...

ENA TANTA REACIONARITE GRAVE NA MINHA TERRA,COMO SABEM NA DOENÇA TUDO O QUE ACABA EM ITE É INFEÇÃO PORTANTO TRATEM-SE.EU SOU SEIXALENSE,SEIXALEIRO SÓ QUEM É IMPORTANTE.
UM SEIXALENSE