quarta-feira, abril 06, 2011

O PRÉMIO E A INTRUJICE

Pois em resposta ao desafio de explicar o que de facto se trata o "prémio" que Almada ganhou e que não se traduz em mais mobilidade, qualidade de vida ou em qualquer outra diferença real depois de passada aquela palhaçada "ambiental" , segue a exlpicação directamente da fonte :

"O prémio da Semana Europeia da Mobilidade foi criado para premiar acções desenvolvidas pelas autoridades locais no âmbito da Semana Europeia da Mobilidade. Ele é concedido às cidades que se mostram vanguardistas em termos de transporte sustentável e conseguem transmitir a mensagem da campanha aos cidadãos."

"The Portuguese city of Almada has won the 2010 European Mobility Week Award. Almada was judged by an independent panel of mobility experts to have done the most to promote alternatives to the car, and to highlight the positive impact of other means of transport on public health and the environment during European Mobility Week 2010. Murcia in Spain and the Latvian capital Riga were runners-up. The awards were presented by Environment Commissioner Janez Potočnik at a ceremony in Brussels on 14 March 2011.

The Portuguese coastal City of Almada promoted sustainable mobility through dozens of permanent measures. To commemorate the 10th anniversary of EMW in Almada, the municipality – together with the local Energy Agency – organised an impressive week of activities dedicated to sustainable transport and health. This culminated in a major event on 18 September – Mobility Festival Day – offering street markets, demonstrations of electrical vehicles, bicycle fairs, concerts, sport activities, dance and street performances, bike sprints, workshops, films, exhibitions and street art demonstrations. Almada also improved the road infrastructure for pedestrians and cyclists and created several bicycle parking places and charging stations for bikes and electric vehicles. For Car Free Day, Almada converted the historic and commercial centre of Cacilhas into a pedestrian zone ".

Ou seja :

"A cidade portuguesa de Almada ganhou em 2010 o prémio da Semana Europeia da Mobilidade. Almada foi julgado por um painel independente de especialistas em mobilidade e escolhida por ter feito mais para promover alternativas ao automóvel, e para destacar o impacto positivo dos outros meios de transporte para a saúde pública e o meio ambiente durante a Semana Europeia da Mobilidade 2010. Múrcia, na Espanha e capital da Letónia Rigafoi vice-campeão. Os prêmios foram entregues pelo Comissário do Ambiente, Janez Potocnik, numa cerimónia em Bruxelas em 14 de março de 2011.

A cidade costeira de Almada promoveu a mobilidade sustentável através de dezenas de medidas de carácter permanente. Para comemorar o 10 º aniversário da SEM em Almada, o município - juntamente com a Agência Local de Energia - organizou uma semana impressionante de atividades dedicado ao transporte sustentável e saúde. Isso culminou num grande evento em 18 de Setembro - Mobilidade Festival Dia - Foram feitos mercados de rua, oferecendo, demonstrações de veículos eléctricos, bicicletas , concertos, actividades desportivas,espectáculos de dança de rua, corridas de bicicleta, workshops, filmes, exposições e demonstrações da arte de rua. Almada também melhorou a infra-estrutura rodoviária para peões e ciclistas e criou vários lugares de estacionamento para bicicletas e estações de carregamento para bicicletas e veículos elétricos. Para Car Free Day, Almada converteu o centro histórico ecomercial de Cacilhas numa zona pedonal "
Eu só pergunto : - ONDE ESTÁ ESTA ALMADA DA MOBILIDADE PÓS 18 de SETEMBRO DE 2010 E AS MEDIDAS PERMANENTES EM VIGOR DESDE ESSE DIA , QUE EU NÃO A ENCONTRO ?
Eu acho que deviamos escrever uma carta para Bruxelas a denunciar que a CMA está cheia de INTRUJÕES e que FORAM ENGANADOS !!!

Nota : No video, os vencedores da ultima edição . Compare.

10 comentários:

EMALMADA disse...

A presidente da Câmara de Almada se tivesse vergonha devolvia o prémio ao júri, quando saísse à rua tapava a cara e pedia desculpa aos almadenses e ao país por os tentar enganar.
Quem vive ou conhece Almada e não está comprometido com este tipo de autarcas e seus procedimentos manhosos, nunca acreditou nas lérias da presidente e associados.

Anónimo disse...

tanta azia que por aqui vai... Sejam honestos e reconheçam o excelente trabalho da CDU!!!

Anónimo disse...

ai que azia kiducha, mas então porque é que aqui vem meter o nariz? é porque aqui fica a saber as verdades não é?
e não, não sou o ponto verde, mas sou antes um outro corajoso Anónimo!!

Nelson disse...

Assim sim. Obrigado pelo esclarecimento pq realmente quando vi o cartaz em Almada tb me interroguei como teria Almada ganho entre tantas cidades. Uns fazem para se ver durante um dia outros têm uma visão realmente de futuro

Anónimo disse...

ONDE ANDAM AS CICLOVIAS QUE LEVARAM A CMA A GANHAR O PRÉMIO ?

Anónimo disse...

LLLLOOOOOLLLLL

Almada tem uma zona pedonal que só o é no dia sem carros que coincida com uma greve , avaria ou falência do Metro Sul do Tejo

LLLLOOOOLLLLL

Anónimo disse...

Estes comunas não têm vergonha na cara. As cidades derrotadas deviam denunciar este cambalacho. Tallin não tem nada a ver com Almada , é uma cidade que protege o seu património e com uima qualidade de visa superior.

Anónimo disse...

Almada e uma aberração de uma mente saloia e inculta.

Anónimo disse...

Onde será esta Almada? Onde eu vivo não é de certeza absoluta, portanto só poderá ser uma outra localidade.
E a propósito de zonas pedonais, a pretensa zona pedonal da cidade de Almada-Distrito de Setubal (cuidado que pode haver outra terra com o mesmo nome),tem mais carros que uma avenida em hora de ponta.
Acho bem que o pessoal não passe cartão áquela aberração, mas tem um problema...as pessoas e os carros não sabem onde é a rua e onde é o passeio...
É o granel total...

Anónimo disse...

É só para assinalar que, na Igreja, quando anunciaram o simulacro de sismo que vai ocorrer amanhã, já se referiram à Escola de Pinhal de Frades, como Escola Dr. Carlos Ribeiro, em documento vindo da própria escola.
Tarde, com custo, mas está reparado pelo menos o atraso.