quinta-feira, maio 17, 2012

O ATERRO


Continuam as movimentações de terras em Almada junto à A2 nos acessos à Ponte 25 de Abril.

Mais uma vez aqui se sublinha o gasto perfeitamente absurdo que o elevar da cota daquele terreno constitui, ainda por cima com a justificação de se tratar da construção de uma zona verde ... ora zona verde e fértil já aquela zona era pois se tratava de quintas , cultivadas até há bem pouco tempo.

Em vez de se devolver aquela zona à população para a criação de hortas num período de carência alimentar e de rendimentos , está-se literalmente a enterrar o dinheiro dos contribuintes.

Mas isto é de gente com dois dedos de testa ?

5 comentários:

José Mendonça disse...

ISTO É DAS COISAS MAIS INCOERENTES QUE PODÍAMOS ESPERAR. QUANDO VEMOS PEQUENINAS PORÇÕES DE TERRENO JUNTO ÁS LINHAS DO COMBÓIO E NOUTROS LADOS COMPLETAMENTE APROVEITADOS COM PLANTAÇÕES DE COUVES, ALFACES E OUTROS COMESTÍVEIS QUE AQUELES QUE NADA TÊM APROVEITAM PARA SUA ALIMENTAÇÃO, QUE SÃO A FORMA DE CONSEGUIREM SOBREVIVER POR MOTIVO DE FALTA DE TRABALHO, VEM AGORA A CÂMARA DE ALMADA ELIMINAR UMA BOAS TERRAS QUE PODERIAM OFERECER ALGUMA AJUDA ÀQUELES QUE NADA TÊM.
MAIS PARECE UMA VINGANÇA DE ALGUM "DEUS MALVADO", AINDA POR CIMA, UTILIZANDO OS NOSSOS IMPOSTOS NUMA UTILIZAÇÃO INÚTIL.
CONSTRUIR UMA ZONA VERDE!
ENTÃO NÃO EXISTE JÁ A POUCO MAIS DE CEM METROS UMA GRANDE ZONA VERDE QUE SATISFAZ PLENAMENTE TODOS OS MUNÍCIPES?
E SÃO ESTAS AS MEDIDAS TOMADAS POR UMA EDILIDADE COMUNISTA QUE SE DIZ
PROTETORA DOS POBRES E DESFAVORECIDOS?
COM O MEU VOTO NÃO CONTAM MAIS!

É SEMPRE TEMPO DE NÓS APRENDERMOS NÃO É VERDADE?

ESPEREMOS QUE OUTROS SIGAM O EXEMPLO PORQUE AINDA VAMOS A TEMPO!

ozé disse...

É a filosofia à Coreia do Norte. As pessoas podem passar fome mas os monumentos ao Grande Líder, Querido Líder ou Grande Sucessor estão sempre impecáveis, as Obras do Estado são sempre manifestamente grandiosas e a Propaganda transmite sempre notícias de arco-íris, céu azul e pombinhas a voar.

Hortas e couves galegas neste portão de entrada da Margem Sul?... pois podiam parecer mal, dar uma imagem de utilização da terra que o PCP da Margem Sul associa cronicamente a subdesenvolvimento, devido aos seus traumas de recém-rural transformado em novo-urbano, e total incompreensão do que é a utilização racional, histórica, (eco)lógica, e benéfica do solo, mesmo quando os vermelhos são "Verdes".

Nas suas mentalidades, aqui brilha o farol da Grande Indústria, as fábricas de aço, e estaleiros, e indústrias químicas... mesmo que falidas e encerradas há anos, desmanteladas e vendidas ás postas aos especuladores financeiros e imboliários, fechadas ou sabotadas pelas guerrilhas internas promovidas pelos caceteiros de serviço ao Partido, quando as empresas não colocavam nos quadros os representantes do Povo de conveniência. Mesmo até isso já lá vai, que das centenas de indústrias que existiam nos concelhos, já quase todas estão desertas, à espera de se transformarem em depósitos de loja do Chinês. Mas há quem continue a pensar que pode aqui continuar a assistir à transusbstanciação da Ode Triunfal de Álvaro de Campos.

Estas pessoas têm fobia de bichos, aranhas, lagartixas, osgas e libelinhas. Como há bichos no meio das silvas, há que terraplanar as silvas. Como há criaturas nos fios de água, cimentem-se as ribeiras. E quem semeia alfaces, planta favas, esses parecem manifestar uma rebelião contra a submissão às catedrais de consumo, do Fórum e do Rio Sul, que são, elas sim, os novos Faróis do Progresso, em lugar da extinta indústria. Por isso, para impedir esses desvios à normalidade, esses acessos de independência, para impedir o alastramento dessa praga de canteiros e regos de batatas, terraplane-se, terraplane-se e cimente-se e alcatroe-se tudo.
Para se terem prontas perfeitas, rectilíneas, longitudinais, paradas, onde estes autarcas possam fazer desfilar os seus enormes egos, as suas infindáveis ignorâncias. E mostrar a quem passa pela Margem Sul, que aqui tudo são arco-íris e céus azuis (mesmo que não hajam pombas, porque não encontram nada para comer).

Fernando Sousa da Pena disse...

Já interpelei a Presidente da Câmara para esta obra absurda, à custa do dinheiro dos contribuintes. Deve ser alguma fixação da D. Mria Emília coverter vales em montes, como no Parque da Paz. Resta dizer que, como habitualmente, não obtive resposta...

Anónimo disse...

Acho bem que prolonguem o parque da paz. Fica mais bonito assim do que com hortas de ninguém...

線上免費a片卡通 disse...

a漫卡通
a漫卡通
視訊裸聊聊天室
做愛圖片
情色視訊聊天室
a漫卡通
日本a片卡通版
無碼dvd無碼av
免費直播視訊交友聊天表演