quarta-feira, setembro 30, 2009

INVENÇÕES CDU : AS CICLOVIAS "HÍBRIDAS"


É sabido que em tempo de campanha eleitoral vale tudo, mas cá pela Margem Sul abusa-se um bocado , senão vejamos :

-
Há quatro anos escrevíamos aqui no a-sul (link) que « ... numa volta até Almada e o mesmo cenário, não vejo, não encontro os duzentos e tal quilómetros de vias cicláveis prometidas por Maria Emilia, a presidente de Câmara antes das eleições, salva-se a ciclovia desgarrada que nunca mais tem lógica de rede ou de uso e que faz parte do nunca mais terminado Metro Sul do Tejo»...

Pois a prosa de há quatro anos está perfeitamente actual - tirando a inauguração do Metro - apesar de a Câmara garantir a pés juntos que há duzentos e tal quilómetros cicláveis, não vi nenhum centímetro de ciclovia ser construído pela autarquia nos últimos quatro anos , com a agravante que se refez completamente o principal eixo da cidade, que inclui uma "zona pedonal" sem que nesse eixo (refeito de raiz volto a afirmar) que vai de Cacilhas ao Centro Sul se tenha construído um centímetro de ciclovia !!!

Pelo que hoje , quando leio que «a Câmara de Almada vai inaugurar uma
ciclovia-hibrida » entre Belém e a Costa da Caparica ... depois de me refazer das gargalhadas provocadas por esta invenção única , a da Ciclovia Hibrida. vou investigar os fundamentos desta descoberta mundial ... e fico a saber que é «hibrida» , a original ciclovia, porque incluí...um trajecto de cacilheiro ...

- BRILHANTE ... DELIRANTE !!!

Mas não é tudo, falta referir que este "projecto" ganhou um prémio da Fundação Galp de 50 mil euros (resultado de votação pela internet ... ) , passo a citar a nota de imprensa que reafirma que ... um dos principais eixos da Rede Ciclável de Almada é a Travessia em Cacilheiro de Belém até à Trafaria ...e propaganda para divulgar este projecto !!!

É por isso que não encontramos, mais que procuremos, os tais duzentos e tal quilómetros de vias cisláveis propagandeados pela Dona Emília ...

Citando a nota de imprensa :

«
Este é um projecto que abarca duas grandes dimensões, que se constituem como um conjunto articulado entre um percurso ciclável “híbrido” (ciclovia + barco) e as acções para a sua promoção e divulgação.
O percurso ciclável “híbrido” integra o eixo ciclável que liga o Cais Fluvial da Trafaria às praias urbanas da Costa da Caparica, com uma extensão de 5 km, e a ligação fluvial a Belém através dos barcos da Transtejo, na qual é possível transportar gratuitamente a bicicleta. Esta solução híbrida permite assim unir as duas margens do Tejo, constituindo-se por essa razão um dos principais eixos da Rede Ciclável de Almada »

Nota : ( Foto- alguns dos primeiros utilizadores levaram a « ciclovia hibrida» a sério e dispensaram o cacilheiro , elogiaram também a qualidade do piso entre Belém e a Trafaria )

10 comentários:

Anónimo disse...

Terça-feira, 29 de Setembro de 2009

Após o mês de Agosto em que a CT encerrou para férias (ou talvez não porque saíu um comunicado sem que tenha havido qualquer reunião!!!!!!), neste mês de Setembro era importante reunir porque são muitos os assuntos a discutir em nome dos trabalhadores.


Qual não é o nosso espanto quando ficou decidido na reunião de 15/09/2009 (reunião com delegados de sector) efectuar nova reunião no dia 22/09/2009 (nesta reunião não esteve presente a coordenadora da CT- Fernanda Tavares), quando recebemos uma msg informando que tinha sido adiada e que posteriormente dariam mais informações.
Isto só nos leva a pensar que para algumas pessoas não existem assuntos a tratar (se fosse para falar de algum assunto contra o governo até se marcava reunião extraordinária, mas para tratar de assuntos dos trabalhadores.......)


A irresponsabilidade dos RH na opção gestionária (há trabalhadores que estão a ser prejudicados porque os chefes não deram notas em 2004 e 2005), o encerramento das instalações no dia de greve, o plano de contingência, ou a ausência dele (existem departamentos que já estão a aplicar no terreno e outros locais nem se fala de nada!!!!!), entre outros assuntos de importância, são algumas das questões que é necessário discutir com urgência antes do período que aí vem. Mas pelos vistos tudo isto são assuntos que não interessam à maioria da CT (Até há um delegado que desconfia muito desta gripe A............ Se calhar é uma invenção do governo para desviar atenções!!!!!!!!!).
Talvez para algumas pessoas, esta não seja uma boa altura para tratar destes assuntos, talvez as pessoas andem muito ocupadas com campanhas políticas, talvez a maioria da CT não considere estes assuntos importantes.


Não é a nossa opinião, e independentemente do período que se vive (plena campanha eleitoral), defendemos que existem assuntos muito graves que devem ser tratados com a maior urgência.
Esta não é a CT que defendemos.
Esta não é a CT que os trabalhadores merecem!

Anónimo disse...

O comentario anterior e dos trabalhadores da Cámara de Almada.

Ex.militante disse...

Pensam que somos burrros que não vemos o que fazem fora daqui, nem é preciso saír de Portugal que por cá já temos bons exemplos. Proibir o trânsito é fácil, criar alternativas que não matem a cidade é que é mais difícil.

TIREM-ME DAQUI disse...

Mas isto está tudo doido ? Do Presidente da República, passando pelo Presidente de uma região autónoma e acabando nestes presidentes de Câmara ? Ainda por cima a imprensa dá-lhes cobertura. Quero emigrar e JÁ!

M. disse...

Já agora, e embora nada tenha a ver com o texto, deixo aqui a noticia de hoje do CM:

Margem Sul: Funcionário de gasolineira agredido com pé-de-cabra na cabeça

Gang lança terror
Pedro tem 23 anos. Há três que trabalha nas bombas de gasolina da BP da Flor da Mata, em Fernão Ferro, Seixal, tendo estado de serviço na madrugada de sábado. Pelas 03h20, saiu da loja só para fumar um cigarro quando foi atacado pelas costas e agredido com um pé-de-cabra na cabeça. Começou aqui a vaga de cinco assaltos violentos, entre eles um carjacking, que terá sido levada a cabo pelo mesmo gang, apurou o CM.


Quatro assaltantes, que atacam sempre encapuzados, deixaram Pedro prostrado no chão, a esvair--se em sangue. Dois dos ladrões entraram na loja das bombas de gasolina e arrancaram a caixa registadora com 500 euros no interior. "Ele está internado no Hospital Garcia de Orta, em Almada, e não sei quando terá alta", disse ao CM Vítor Manuel, colega da vítima.

O mesmo gang reapareceu na segunda-feira de madrugada. Usando uma viatura roubada, os assaltantes partiram a montra do café Monreal, na avenida da República, Sobreda da Caparica, Almada. Fugiram com maços de tabaco, sacos de café e algumas moedas .

Pelas 03h00 de ontem, novo crime. Desta feita na Estrada Nacional 10, em Fernão Ferro, nas bombas da CEPSA dos Foros de Catrapona. Um Opel Corsa roubado em Alcochete estacionou junto à loja da bomba de gasolina. Um encapuzado ficou ao volante e os outros três irromperam na estação de serviço, ameaçando o único funcionário com caçadeiras. A vítima não resistiu, permitindo ao trio arrancar duas caixas registadoras, com 500 euros no interior, e algum tabaco.

Vinte minutos depois, foi a vez da área de serviço do Seixal, na A2, sentido Norte-Sul. Três funcionários foram impotentes para evitar que, de novo, os quatro ladrões arrancassem as duas registadoras. A vaga de assaltos deste gang termina, para já, com um carjacking realizado pelas 04h00 de ontem, na Quinta do Anjo, Palmela. Ameaçado com uma caçadeira, um homem ficou sem o BMW que conduzia. A viatura viria a ser recuperada mais tarde nos arredores de Setúbal.

PORMENORES

CÂMARAS

A videovigilância das bombas de gasolina da CEPSA de Foros de Catrapona, em Fernão Ferro, captou toda a acção dos três assaltantes que entraram na estação de serviço. No entanto, os ladrões estavam encapuzados, o que impede a identificação.

OPEL CORSA

O Opel Corsa utilizado pelo gang em pelo menos três dos cinco assaltos foi abandonado logo após a realização do carjacking, na Quinta do Anjo, concelho de Palmela. A GNR de Palmela encontrou a viatura estacionada numa rua daquela loca-lidade.

AGUIAR DA BEIRA

O jovem funcionário da BP da Flor da Mata, em Fernão Ferro, que levou com um pé-de-cabra na cabeça, é natural de Aguiar da Beira. Há cerca de três anos mudou-se para o concelho do Seixal, arranjando emprego naquela estação de serviço.

ciclista bacano disse...

Épá essa é boa, se eu fôr de bicicleta até à estação do Pragal e depois na CP até Faro, a Emilia ainda diz que tem uma ciclovia hibrida ( bicicleta+comboio ) de Almada a Faro , tresentos e tal Km de ciclovia feita pela Câmara de Almada.

A EMILIA É A MAIOR disse...

Cá eu vou de bicla até ao Pragal e depois de comboio até ao Porto prá Emilia dizer que tem uma ciclovia hibrida até ao Bolhão carago!

Anónimo disse...

LLOOOOOLLLL

EMALMADA disse...

Consta que a Maria Emília em joint venture, tipo aquelas ruinosas (para os contribuintes) parecerias publico-privado, vai propor à Trantejo, sendo o Governo a pagar, a construção de um ferry-boat tipo banheira com uma pista de ciclismo, para interligar os seus 200 cm - centimetros - de ciclovia à ciclovia de Lisboa.
Com esta ideia ela pretende ganhar mais um um prémio pela 1ª pista de ciclismo flutuante.

O pior disto tudo é o crédito que a imprensa ainda lhe dá.
Claro que ela paga bem.

Velas do Tejo disse...

Acho que agora começo a compreender a metáfora do nome do blogue dum ex-presidente de câmara comunista (tão comunista quanto amigo do "tinto") o Sr. Eufrázio Filipe...

Será que o "Mar Arável" era um prenúncio de ciclovias hibridas?