segunda-feira, outubro 11, 2010

FINAL DE FESTA


É escandaloso, é inaceitável, é até CRIMINOSO que, determinados eleitos locais , perante o cenário de profunda crise económica e social - com redução de salários , aumento de impostos e o que mais aí virá - continuem a actuar como a banda do Titanic enquanto o navio se afunda ...

O que é ainda mais escandaloso é que são estes portadores de comportamentos de esbanjamento , de abandono e de mau uso do bem público e que nos arrastaram para o abismo , os mesmos que insistem em se auto desculpabilizar e continuar com as mesmas atitudes.

Como se de nada se passasse , as autarquias que nos rodeiam na margem sul do Tejo, continuam na mesma agenda municipal de "festa" contínua e ininterrupta , o que quer dizer que continuam a ser os mesmos a pagar para serem os mesmos a gastar ... e que têm ainda por cima , enquanto "comunistas" , o descaramento de fingir que estão do "outro lado" , o que é ainda por cima imoral... Ou melhor, estes senhores andam CRIMINOSAMENTE a gozar connosco e com o mau uso que fazem do bem público.

Vejamos ; Em Almada depois da "semana da mobilidade " ... a "semana da música" , no Seixal , depois do "Avante" ... e da "Seixalíada" ... é agora o "Seixal Graffiti" que decorreu este fim-de-semana ... uma iniciativa que no ano passado esteve orçada em seis mil euros para pintar e repintar sempre o mesmo muro fomentando uma degradante forma de imposição e apropriação do espaço público.

Lá decorreu, com o respectivo subsídio e empenho da autarquia e com os mesmos gastos em sprays e repintura (mais uma vez ) do mesmo muro , lá se montou o circo para meia dúzia de "jovens criativos" se exprimirem e até se envolverem à pancadaria.

Isto enquanto, à excepção dos "nómadas" que nunca estiveram melhor em atenções subsidiadas, no Seixal e arredores se passa fome e só por vergonha se escondem muitas carências.

Pergunto :

- E não se pode PARAR esta gente ?

- E não se pode CRIMINALIZAR esta gente ?

32 comentários:

Anónimo disse...

Há mto dinheiro malgasto neste país.Estes meninos deviam era pagar pelo que fazem nas ruas.

GenteFina disse...

E importados! Artistas da terra? Naaa! Vieram do estrangeiro que é mai' chique, mas caviar chique, não há cá burguesismos pá!

Anónimo disse...

Esta é a VERDADE:

"estes senhores andam CRIMINOSAMENTE a gozar connosco e com o mau uso que fazem do bem público."

Andam todos a encher o bandulho à nossa conta.

EMALMADA disse...

Nunca o povo foi tão explorado.

Anónimo disse...

Não há maneira de se criminalizar o ponto verde??? O ponto verde é o maior criminoso deste concelho!!!

Anónimo disse...

Lá está o pontinho fascista contra os grafitis . Ó homem actualiza-te , em qualquer cidade do mundo o grafiti é Arte, sim Arte com letra grande e ó o que a câmara do Seixal promove e muito bem. Sei que gostavas de ver esses jovens presos, mas nós achamos melhor integra-los e incentiva-los tal como fazemos com os ciganos que queres expulsar e cortar no rendimento.

ANTI A-SUL disse...

AQUI SE VÊ A NATUREZA FASCISTA DESSE EXCREMENTO CHAMADO PONTO VERDE.

VAI MAS É MAMAR NA QUINTA PATA DO BOI.

TENHO DITO.

Anónimo disse...

Foda-se para estes comentadores kumudistas!!
Mas estes bandalhos que comem da mesma gamela não podem deixar de defender os donos contra o povo que estes dizem defender.
Claro, com advogados avençados a receberem mais de 30 mil euros por ano quantos deles não serão os comentadores que aqui vêem lamber os ditos dos patrões.

Rubem Madeira disse...

1 lata de spray é para aí 5 aéreos . Com cinco aéreos no Lider já se faz uma bela duma refeição para uma família. Ana o Povo à míngua para estes fachistas-vermelhos andarem a gozar com estas cenas e a passear de BMW.

Anónimo disse...

Deixa-me rir ó pontinho Ruben, és um grande pontinho tu , explica-me lá como é que «Com cinco aéreos no Lider já se faz uma bela duma refeição para uma família» ? Até parece que é o orçamento das actividades culturais da câmara do Seixal que é uma referência no país que levou esta politica de direita a arrastar o país para a banca rota.

Anónimo disse...

Cambada de fascistas frustrados, enfiam-se na internet e dividem o tempo a escrever sobre as suas frustrações pessoais e a piscar o olho nos chats com meninas de 10 anos!

Ganhem vergonha na cara, este texto é deprimente e doentio, à boa moda portuguesa. O graffiti é considerado uma forma de Arte mais que aceite em qualquer canto do Mundo, presente nas melhores galerias e museus internacionalmente.

Se saíssem da terrinha e desligassem a TVI seriam minimamente úteis para este País mas de facto só tenho a lamentar a vossa BURRICE e IGNORÂNCIA.

Saiam do armário seus pulhas, e mostrem quem realmente são em público para perceberem com qualquer cisadão com que se cruzem a merda que são.

Tenho dito

Anónimo disse...

A tal arte como o tapete do Cargaleiro que custou á cãmara 100 mil euros, não é pázinho!??!!?
A mesma cãmara que não tem dinheiro para colocar um quadro electrico numa escola básica só porque ali andam filhos de uma população que não vota
Mas que gasta milhares de euros em arrelvar escolas de meninos ricos ou campos de futebol para serem masscrados por grunhos para acamparem na Festa do Avante.

São mesmo estupidos estes kamadas a falar de arte como se percebessem um boi disso!!

Anónimo disse...

Já agora, os Bombeiros do Seixal já conseguiram reaver o dinheiro desviado por um funcionário, dinheiro esse que era tão simplesmente os subsidios da Cm do Seixal?
Mais, qual a razão, em virtude de ser um crime público não ter sido apresntada qualquer queixa no ministério público, nem pelos próprios bombeiros, nem pela CM do Seixal? Protecionismo a um camarada?

Viva a cultura americana dos grafittis!! Vivam os americanos!

Ex. militante disse...

Lá vêm eles tentar orientar a discussão , está nos manuais , mas a malta já não embarca nessa onda, nem nessa nem na que considera os grafitis como uma grande modernice .

Anónimo disse...

Ao comentador muito culto das 11.11.

Sabes que em Nova Yorque , o berço daquilo que entendes como arte é assim tratado ?

a. No person shall write, paint or draw any inscription, figure or mark of any type on any public or private building or other structure or any other real or personal property owned, operated or maintained by a public benefit corporation, the city of New York or any agency or instrumentality thereof or by any person, firm, or corporation, or any personal property maintained
on a city street or other city-owned property pursuant to a franchise, concession or revocable consent granted by the city, unless the express permission of the owner or operator of the property has been obtained.

b. No person shall carry an aerosol spray paint can, [or] broad tipped indelible marker or etching acid into any public building or other public facility with the intent to violate the provisions of subdivision a of this section.

c. No person shall sell or offer to sell an aerosol spray paint can, [or] broad tipped indelible marker or etching acid to any person under eighteen years of age.

d. All persons who sell or offer for sale aerosol spray paint cans, [or] broad tipped indelible markers or etching acid shall not place such cans, [or] markers or etching acid on display and may display only facsimiles of such cans, [or] markers or etching acid containing no paint, [or] ink or etching acid.

Anónimo disse...

Aquilo a que essa ralé vermelha chama de arte chama o meu condomínio a uns contos valentes em tinta para apagar os "tags" e as "letras" que "desenham"...ao menos faziam murais bonitos e que, esses sim, podiam ser chamados de arte. Mas não...só rabiscos que podiam ser feitos por crianças especiais mas aí ao menos tinham valor!

Anónimo disse...

No nosso seixal estamos a assistir a um concelho a duas velocidades, em que uns têm escolas luxuosas, jardins luxuosos, espaços lúdicos, etc. outros têm de viver no meio do betão e quando há um espaço vazio, a CM aprova o aparecimento de mais betão. Amora é o exemplo acabado disso. Um urbanismo horrivel com poucos ou nenhuns espaços verdes. Uma pequena criminalidade a quem ninguém põe cobro, mas que tem tendência para para se tornar endémica e bem mais forte. Uma policia que atende alguns e outros nem aparece. Um policia a quem um cigano se recusou a identificar e não foi detido, nem obrigado a identificar-se. Mais grave esse mesmo cigano em tom de ameaça para diversas pessoas presentes no local mostrou uma arma, na presença de vários elementos policiais e a única resposta dada por esses elementos foi "Guarda lá isso senão ainda temso problemas"!!! Não importa se tratava de uma arma ilegal ou não. Vivemso assim muito bem neste seixal.

Cidadão do mundo disse...

Somos uns provincianos de primeira a achar que o grafitti é arte e significa desenvolvimento cultural.Só quem não sai deste país é que não vê que isso é uma mentira e que no mundo civilizado, de Paris a Nova Yorque, de Londres a Berlim , De Sydney a Joanesburgo, de Toronto a Tóquio , o grafiti é tratado como deve ser, como vandalismo urbano .

Anónimo disse...

Concordo que há trabalhos espectaculares em grafitti, e que este pode ser uma forma de expressão.
Mas convidar grafiters estrangeiros á custa do municipe que se vê doido para pagar o IMI é de força.
Se querem muros pintados, porque não são pintados pelos alunos de escolas como se fez a seguir ao 25 de Abril?
Mas se calhar para isso não há verba da cãmara, porque isto é que coloca a cãmara nas noticias para esquecer os guetos como a Princesa e a Jamaica.

Anónimo disse...

Era uma vez um cão que não conhecia o dono e vai daí, quando este não lhe dá biscoitos ou vem outro que lhe dá outros mais saborosos, ele morde as canelas do dono.
Vem isto a propósito (ou não) da notícia publicada no Jornal do Seixal em que se apela para não se seguir este Conselho (numa analogia ao Siga o nosso Concelho) da Câmara Municipal do Seixal, que promete através de um grande cartaz a abertura da Loja do Cidadão nas Paivas para o 3.º trimestre deste ano.
Tão amigos que eles eram e agora é isto.
Será que se fechou a torneira e, qual jornalismo mercenário, vende-se a quem der mais?
Estou para ver se os Teixeiras e companhia limitada continuam a defender tal publicação.

Anónimo disse...

O quê!!! já se zangaram as comadres??? é por isso que não se teem visto tantas fotos do Alfredo???
mas... então... será por isso...
realmente já não há lealdade para com o dono... tanta campanha tanta foto e agora acaba por voltar ás origens politicas lambendo as botas a um Ramalhete á procura do taxo no PS.

Anónimo disse...

é este jornalismo limpinho que os Teixeiras e CIA gostam pá

JN
Sandra Brazinha

Grafitos de volta à Mundet
A arte urbana está em destaque este fim-de-semana no Seixal, com 40 artistas a pintarem ao vivo o muro da antiga fábrica da Mundet, no âmbito da sétima edição do Seixal Graffiti. O espaço é o tema dominante dos desenhos que hoje ficam prontos.

Com pequenas interrupções forçadas pela chuva, os profissionais, munidos de máscaras, vão trocando de lata conforme a cor que precisam para dar corpo à marca que vão deixar no muro de 400 metros. Uns guiam-se pelo papel, enquanto outros preferem o improviso.

"É um extraterrestre. Todo cheio de doenças. É o meu estilo. É um extraterrestre monstro e mórbido", descreve Mário Fonseca, de 24 anos, da Maia, que com o nome artístico Oker participa no evento pela segunda vez.

Já Frederico Casimiro, de 30 anos, de Almada, não fazia a mínima ideia do que desenhar quando foi abordado pelo JN. "Ainda não sei bem, mas acho que vou fazer um lettring. É tudo de cabeça, tem de ser", refere Klit, que desenha há 12 anos e costuma dar largas à imaginação em fábricas abandonadas.
"Podiam deixar-nos pintar e dar alguma cor ao cinzento citadino", apela ainda o artista, defendendo que as autarquias deviam apostar mais no grafito.

Integrado no circuito internacional Meeting of Styles, o Seixal Graffiti conta com a presença de artistas estrangeiros, como o casal italiano, Caktus e Maria, que vai deixar os próprios retratos no muro da Mundet. Ele, Vincenzo Mastroiorio, de 30 anos, desenha há já 15. "Vivo do grafito. A minha vocação é a arte", realça.

Além de Maria, há mais três participantes do sexo feminino, entre elas Alexandra Sofia, de 23 anos, de Sacavém. "Não há muitas raparigas em Portugal a pintar", salienta Dance, o nome artístico que usa há seis anos. "Não pinto muitas vezes na rua. Mas quando o faço é na linha do comboio ou em fábricas abandonadas", realça, confessando que também gosta de deixar a sua marca em locais movimentados como o Bairro Alto, em Lisboa.

Desde que se realiza este evento, o grafito tem sido encarado de outra forma no Seixal. "Havia muito mais situações conotadas com vandalismo do que há hoje. Conseguiu-se valorizar este fenómeno artístico urbano", garante Teresa Ré, chefe da divisão de cultura da Câmara do Seixal, que está a estudar outras formas de promover esta arte urbana. "Tem havido interesse em que determinadas áreas do concelho possam ser pintadas através da arte do grafito", salienta a responsável.

"Esta experiência que fazemos anualmente na Mundet acaba por ser um pouco uma montra para outras entidades do concelho perspectivarem a utilização deste tipo artístico também para os seus equipamentos", conclui.

Encomendando não ficaria melhor.

Tiririca disse...

Realmente esse Jorge é mesmo um vendido, mais cedo ou mais tarde ele ia cuspir no prato onde andou a comer, para variar.

Tiririca disse...

Realmente esse Jorge é mesmo um vendido, mais cedo ou mais tarde ele ia cuspir no prato onde andou a comer, para variar.

Anónimo disse...

será por isso que o tal senhor ainda mantém a posse de um edificio publico em fernão ferro sem dar cavaco a ninguém e nem o seu arqui-inimigo Pereira de lá o consegue tirar?
tem piada como certos assuntos são tabu aqui no seixal

O confuso disse...

Amanhã na CMSeixal oferta da sobremesa - baba de camelo

Anónimo disse...

Sobre a notícia do JN, o tal «casal italiano, Caktus e Maria » observam no canto superior direito da imagem do a-sul, os Tugrafiteiros à porrada. Bonito !!!

Anónimo disse...

Amigo, mas isto é cultura!!! é arte!!! a tal arte com letra grande!! graffiti é considerado uma forma de Arte mais que aceite em qualquer canto do Mundo, presente nas melhores galerias e museus internacionalmente!!!

é a forma da cãmara gastar 6000 euros do erário publico para sustentar grunhos que andam á porrada e que só pode ser defendida por grunhos iguais que nunca entraram dentro de um museu mas que dizem que lá há grafittis!!

Anónimo disse...

Já que há tanta gente a defender esta forma de arte, vejam também as magníficas expressões plásticas que os inspirados artistas fizeram nas paredes das novas instalações da Repartição de Finanças.

Anónimo disse...

Com os preços que a cafetaria dos serviços novos da camara cobra aos trabalhadores tão altos como o privado bolos a 70 cêntimos café a 45 centimos mais caros que em algumas pastelarias, bem podem oferecer de vez em quando qualquer coisa. É preciso ter em conta que se trata duma cafetaria explorada pelos serviços sociais dos trabalhadores da camara. Está na hora de alguem investigar para ondem vão os lucros da cafetaria. São 700 consumidores. Quanto aos grafits está na hora do alfredo monteiro os levar para pintarem a sua moradia no lau em Palmela incluindo a sua bela piscina. Tratando-se duma arte que justifica que a camara invista na compra de sprays com o dinheiro do povo concerteza que a moradia iria ficar um espanto.

Anónimo disse...

Entao mas o tal edificio não é userfreendly para com os empregados? Então teem de pagar o café e os bolos ao mesmo preço que cá fora? E foi para isso que arruinaram com os negócios dos cafés no Seixal?
Viva o PC pá, amigo das classes trabalhadoras pá

Anónimo disse...

Se você em vez de falarem e criticarem o que pensam que sabem, deviam era contribuir com as vossas opiniões de uma forma publica (falar junto os organizadores do evento) faziam melhor figura! E em vez de andarem ai ao ditos e mexericos a criticar o que de melhor se faz em Portugal, deviam era criticara a segurança social e o Estado que anda a pagar grandes "salários" a comunidade cigana e estrangeiros asilados (chagam aos 1500€ mensais + habitação própria + regalias escolares e médicas), e Subsídios mínimos (530€) a jovem que só querem é drogas, Álcool, festas e roupa de marca, e muitos destes jovem se calhar são os vossos filhos!!Porque se os senhores não sabem Portugal tem dos melhores artistas urbanos a nível europeu e mundial com características originais e únicas.