segunda-feira, junho 14, 2010

ALMADA - CRIMINOSOS VÃO À UNIVERSIDADE DE METRO


Não sei se a autarquia ou a empresa concessionária do Metro Sul do Tejo já ponderaram atribuír um passe aos jovens residentes nos bairros problemáticos do "Pica-Pau Amarelo" que se deslocam naquele meio de transporte até à Universidade. É que fazia todo o sentido , uma vez que depois do abono de família, do subsidio de desemprego , do rendimento mínimo, da ajuda nas rendas e de outros apoios "sociais" - os quais estão vedados à maioria dos TRABALHADORES e CONTRIBUÍNTES - fazia todo o sentido dar um passe a estes empreendedores .

É que estes jovens têm que se deslocar naquele meio de transporte para ír à Universidade e faz todo o sentido serem apoiados, porque a sua actividade baseia-se primeiro que tudo no empreendedorismo de risco , na luta de classes tão querida à câmara comunista de Almada , e na busca incessante de conhecimento e acesso à informação , e à internet ...

Estes jovens são de apoiar, pois dedicam-se a galgar o passo que os separa da info-exclusão , até porque notóriamente ainda lhes falta um importante meio de apoio social que é o
e-escolas ... e até o e-escolinhas ... pois é de acesso computadores que aqui falamos.

É que estes jovens - que nem apoios têm na aquisição do passe-social - têm uma apetência por material informático transportado pelos estudantes universitários do Monte da Caparica, dedicando-se ao seu
« download» para certamente fazerem um «updrade » a seu favor ... e como é óbvio não podem ser levados a mal...coitadinhos...

Comparar isto com aqueles individuos que roubaram computadores a jornalistas (também com recurso a armas) na África do Sul ... e que passados três dias estavam presos , julgados e com penas de 15 anos de prisão...

12 comentários:

Anónimo disse...

Alguns desses meliantes são protegidos, são da sua base eleitoral, da e-emília,a coitada, que se empenha muito com a segurança no concelho de Almada, ela e o seu e-maia, aquele serralheiro mecânico que fez um up-grade do caraças, deixou a ferrugem para os operários que explora, tem a mania que a urna dos votos lhe deu sabedoria e polimento, arvora-se educador do povo.
o e-matos, o génio municipal da educação, esse mete o rabo entre as pernas depois dos bitates que debita dá de frosques.

Almada, a cidade do roubo.

Anónimo disse...

Essa e-emilia e os seus muchachos deviam de usar o m-metro e não usar o P_prius (ecológicos) a trinta e tal mil euros cada

M. disse...

Recentemente a comunicação social relatou o caso de um bando de 13 traficantes de armas que foi apanhado pela PSP e recebiam o Rendimento de Inserção. Alguns destes eram moradores no Seixal e outros em Almada.

por sua vez, a Lei 13/2003 refere que o ‘processo desencadeado com o requerimento de atribuição é obrigatoriamente instruído com um relatório social da responsabilidade do núcleo local de inserção competente’. No caso do Seixal, segundo uma simples pesquisa na Net, surge o Conselho Local de Acção Social do Seixal.

Ora, embora saibamos que quando se quer ser bom actor, se consegue obter o que se deseja, mas não teriam obrigação estas equipas de serem mais rigorosas na inspecção que fazem e nos relatórios que entregam?

Acho que este é um tema interessante para debate.

Anónimo disse...

A Câmara do Seixal transmite jogos em ecrà gigante no largo da Igreja no Seixal. Assim se vai gastando na camara o dinheiro dos municipes. Será que a Câmara vai dispensar os trabalhadores da camara para irem ver a bola às 15,oo horas? Num concelho em dificuldades como todo o resto do pais Alfredo Monteiro incita trabalhadores para não trabalharem e verem a bola em ecrã pago com o dinheiro de todos nós. O Seixal tem muitos cafés que estão às moscas e que todos têm televisão ou plasma e que poderiam perfeitamente para quem estiver disponível e não quiser estar em casa a ver o mundial ir até aos estabelecimentos de restauração da vila ver a bola e fazer consumo e assim ajudar a manter a restauração da vila e ao mesmo tempo manter a ligação entre as pessoas da mesma terra podendo conversar uns com os outros porque o espaço é mais restrito mais propício ao dialogo. Mas ao contrario do que a camara devia fazer que era deixar as pessoas agirem livremente verem a bola onde quizerem vem tentar controlar até a escolha de onde querem ver a bola inpingindo um ecrã gigante aliciando as pessoas para que se juntem ao pé da camara. A Camara não existe para este efeito. O dinheiro dos impostos não deve ser gasto em ecrãs futebolisticos. O Sr. Alfredo Monteiro deveria responder também aqui por gestão danosa da autarquia. A autonomia financeira não dá o direito ao presidente da camara de gastar o dinheiro onde lhe apetece. Deveria guardar o dinheiro para fazer infra-estruturas de desenvolvimento do Seixal para que não esteja a morrer aos poucos. O dinheiro do ecrã junto com o dinheiro do foguetório do 25 de abril e mais o dinheiro dado aos bombos do toca a rufar e por ai fora já é significativo e poderia ser melhor aproveitado. Em épocas de crise tem de haver bom senso nos gastos ou o sr. presidente acha que a crise é só para o povo pagar mais impostos e não ter aumento de ordenado e ele pode gastar como quer e lhe apetece?

Verdades disse...

Concordo uma vez mais com o Ponto Verde, estes kamaradas, ano após ano, vão mantendo o Status Quo dê por onde der - enquanto houver pobreza e miséria, o PCP tem os votos daqueles que "ajuda" e daqueles que ilude com acções de "caridade"...

Se os descendentes desses sujeitos andassem de eléctrico - ou metro, como insistem em dizer - e fossem assaltados (ou pior), o caso talvez já mudasse de figura.

Até lá faz tudo parte da "luta de classes" e que não faz mal até porque nem devia haver "propriedade privada",não é verdade? A todos o que é de todos - e neste mundo fascista e globalizador porque não deixar o povo mais necessitado ter acesso à tecnologia?! O trabalho de uns é o descanso de outros!

Verdades disse...

Saliento ainda que outros grandes criminosos da Península de Setúbal são os estão à frente das autarquias.

Hoje fiquei estupefacto com a notícia [entretanto desmentida?] que ao INEM podiam ser retirados meios. Tudo por uns "míseros" 2 Milhões de euros

http://diario.iol.pt/sociedade/tvi24-inem-ambulancias-crise-helicopteros/1169617-4071.html

"Para manter ambulâncias e carros de emergência a funcionar, a solução foi comprar 175 mil horas extraordinárias aos enfermeiros existentes, o que custa mais de dois milhões e meio de euros."

Dois Milhões? Dois milhões vão gastar por ano aqui os kamaradas, com o pasquim da propaganda e a renda para a A.Silva & Silva, fora despesas essenciais como o tapete do Cargaleiro ou a feira de Abril!
Retire-se isto, apenas a esta Câmara, e estão meios de socorro assegurados para o resto do país, there, I solved it!

Se aplicar-mos métodos de boa gestão e gerência - só aqui na Península de Setúbal - e temos muito fundo de maneio para realizar todas as obras necessárias para o verdadeiro desenvolvimento da Margem Sul.

Verdades disse...

No chamado "Parque do Forum", há falta de sombra e iluminação. A sério, já se sabe que de árvores a CMS não gosta muito mas é mesmo difícil arranjar maneira de criar umas estruturas [ecológicas, preferencialmente] para nos darem um pouco de sombra no Verão e abrigo para de Inverno? Reparo que quando o Verão está a pique e o calor é abrasador o Parque do Fórum está deserto; porque é um deserto! Não há sombra, não há bancos abrigados, nada! Nem pessoas, por conseguinte. E à noite, quando finalmente o calor passa, não há luz! - que sonho é este "Parque"! Que desliguem a água eu percebo, há que poupar e tudo mais; mas luz? Há paragens remotas mais iluminadas neste concelho, bolas! Uns candeeiros [a energia solar] eram peanuts no orçamento camarário...Quando é Inverno então é para esquecer, ninguém lá pára.

Outra coisa que me faz espécie é que no Seixal há muito sítio que funciona só a meio gás, é tudo às metades. Ainda no Parque do Fórum, só o Parque é que conta - o outro lado da estrada? Naaa... Podiam ser criadas ali, logo ali, com dois metros de distância, mil e uma coisas diferentes para atrair população, de todas as idades: um Skate Park (aquelas "coisas" não contam); um espaço com vista para o rio e para a Amora e Corroios que servisse de âncora à Cultura, um restaurante/bar com espaço para exposições, concertos, mostras, etc. - podia ser que o Seixal deixasse de ser apenas o sítio para ir dormir e passasse a ser vivido e atractivo; podia ter verdadeiros equipamentos poli desportivos, que não paus e ferros apenas; ou apenas o prolongamento do Jardim - com bancos, sombra/abrigo, árvores que se vejam e iluminação...
É que há tanto sítio assim aqui no Seixal que até mete dó; de um lado é, 1 metro depois deixa de ser. É assim na Amora, Paio Pires, Torre da Marinha, em todo o Concelho na verdade! Porquê? Porque é que custa relvar (ou arborizar) uns pedaços de terreno mas se constroem rotundas com relva? Ninguém no seu perfeito juízo lá vai fazer um pic-nic ou meter o cão a fazer o seu serviço! É esbanjar dinheiro e água apenas; apenas isso - esbanjar!!!

Com estas visões de betão e com tanto pouco verde (excepto em rotundas), ruas imundas e pouca vontade de mudança, não é de admirar que os jovens daqui sejam tão desligados das questões ambientais e perpetuem as atitudes erradas, os exemplos que deviam vir de cima têm de ser encontrados noutros locais...

É triste Alfredo, é triste...

Anónimo disse...

Que foi feito pela segurança no concelho do seixal pela autarquia? Nada. Os bairros de realojamento têm todos os problemas por resolver, o bairro da jamaica continua de pé a cucena é o que se vê. Muitos autarcas são um gasto superfluo ao país.Para quê 10 vereadores e 1 Presidente? um rancho de gente aos quais se juntam umas dezenas de assessores e adjuntos e para quê? Não tomam decisões, não resolvem problemas da população querem estar bem com Deus e com o Diabo. Não fazem obras, gastam o dinheiro em boletins municipais e propaganda. Há vereadores que não têm uma inica iniciativa durante os quatro anos de mandato, mas recebem todos os meses os 5 000 euros. A única coisa com que se preocupam é não perder o tacho.Para quê tanto pelouro? pelouro das estradas, pelouro das zonas verdes, pelouro do desporto, pelouro da cultura, pelouro das obras pelouro de tudo e mais alguma coisa apenas para dar um lugar a cada um. o ex-vereador das zonas verdes a única coisa que fez que se saiba foi mandar cortar as árvores quase todas no concelho. O que é que foi feito no concelho em jardins que valha os 5 000 euros mensais pagos ao vereador? Com tantos directores na Câmara e ainda é preciso tanto vereador a tempo inteiro? Os deputados na assembleia da república são muitos , mas os autarcas também são em número excessivo. É tempo de rever a lei e reduzir o nº de autarcas. Para quê 11 pessoas na Câmara do seixal quando 3 ou 4 seriam suficientes e havia uma redução de despesa para o estado. Não é preciso muitos é necessário é que sejam competentes.

Anónimo disse...

Mas o que esta cãmara quer são Conselhos de Acção social que mascaram ordens de serviço civico do tribunal a directores de jornais em desfiles de idosos, e que na reportagem da TVcabo não se fica a saber quem é que afinal organizou.
Mas o que é preciso são os padrinhos, ou neste caso, as madrinhas como a Corália, em cujo gabinete é ver o individuo a toda a hora e momento, até lhe chamam o pavão.

Anónimo disse...

Mas o que esta cãmara quer são Conselhos de Acção social que mascaram ordens de serviço civico do tribunal a directores de jornais em desfiles de idosos, e que na reportagem da TVcabo não se fica a saber quem é que afinal organizou.
Mas o que é preciso são os padrinhos, ou neste caso, as madrinhas como a Corália, em cujo gabinete é ver o individuo a toda a hora e momento, até lhe chamam o pavão.

Anónimo disse...

Caro Verdades, a questão é que já existiram arvores nessa zona, mais propriamente no partque de estacionamento do Forum. Ali podia-se ter o carro, ler um pouco lá dentro, á sombra de várias árvores que foram plantadas e cresceram durante estes anos. Mas um desalmado vereador, dito do ambiente, mandou cortar tudo e até tapar os espaços no chão, não fosse a memória dos homens lembrarse que ali estivram árvores.
são as políticas destes kumudistas.

Verdades disse...

Já houve uma árvore bem bonita na rotunda junto à Cruz Vermelha e num amok da CMS lá se foi.

Junto à sede do PCP havia árvores naquele jardim, havia!

Há um restaurante onde costumo ir de vez em quando na Quinta da Flamância e atrás dele há um jardim (junto ao prédio onde fica a Securitas). Nesse jardim havia árvores enormes com dezenas de anos. Agora existem um corredor de vento (de Inverno é mesmo terrível!) porque esse cavalheiro que descreve acha mais fácil podar pelo tronco que arranjar uns escadotes.