sábado, outubro 31, 2009

O PÂNTANO VEM À TONA COM A SUA "FACE OCULTA"


O Pântano posto a descoberto nos últimos dias demonstra que a chamada economia "verde" gere riqueza dá dinheiro... e cria postos de trabalho...

Resíduos, sucatas , lixo ... é riqueza , já dominada pela economia paralela e pela corrupção que envolve ex.governantes, gestores nomeados pelo governo, fiscais autárquicos, autarcas, militares da GNR etc...etc...etc...

«O mandado judicial da operação Face Oculta refere a criação de uma “rede tentacular integrada” que incluía 11 indivíduos, entre os quais se encontram Armando Vara e José Penedos. Esta “rede” visava assegurar negócios com quatro grandes empresas da órbita do Estado - REN, Refer, Galp e EDP - endo como contrapartida o pagamento de luvas e a oferta de bens valiosos, nomeadamente algumas viaturas de topo de gama»

18 comentários:

Jaime - Amadora disse...

Este Armando Vara é mesmo um mal agradecido.
Em 1990 houve três amigos que lhe quiseram dar a mão (José Sócrates, Fátima Felgueiras e Sobral de Sousa) formando com ele a Sovenco - Sociedade de Venda de Combustíveis, Lda, com sede na Reboleira, Amadora, no intuito de o ajudarem a ser alguém na vida.
Em especial Sócrates, que o considera um irmão, não o esqueceu na hora da distribuição de diplomas da Moderna, conseguindo com os seus conhecimentos que também ele possuísse uma licenciatura.
Como os amigos e irmãos são para as ocasiões, Sócrates também mexeu os cordelinhos para que Vara fosse parar à administração da CGD e mais tarde para o BCP.
E agora é o que se vê.
Logo que Vara se livrou dos 4 anos de prisão com pena suspensa, meteu-se logo noutras jogadas de corrupção e troca de influências pagas a peso de oiro, deixando o seu tutor e amigo Sócrates sem saber o que dizer.
Ingrato.

Paulo Edson Cunha disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anónimo disse...

Há mais de 100 mil casas desocupadas à venda em Portugal

http://www.ionline.pt/conteudo/30544-ha-mais-100-mil-casas-desocupadas--venda-em-portugal

Mário Raposo disse...

Caros amigos,

É necessário denunciar os propósitos da desmedida ambição, da falta de cultura democrática e falta de respeito pela vontade soberana da população de Fernão Ferro.

Transcrição do comunicado da CDU distribuído, hoje, 31.10.09:

"À POPULAÇÃO DA FREGUESIA DE FERNÃO FERRO

OPOSIÇÃO INVIABILIZA ELEIÇÃO DA JUNTA DE FREGUESIA

Das eleições Autárquicas do dia 11 de Outubro resultou uma clara vitória da CDU, traduzida na condição de força mais votada, com mais votos e maior percentagem, conseguindo o melhor resultado de sempre na Freguesia de Fernão Ferro.

Foi à CDU que os eleitores da nossa Freguesia reforçaram a confiança, acreditando nas suas propostas, nos seus projectos e nos seus candidatos, sabendo que os mesmos continuarão o trabalho e a dedicação que sempre demonstraram na construção de uma vida melhor, de progresso e desenvolvimento para a população e para a Freguesia.

A obtenção de 39,36% da votação para a Assembleia de Freguesia, ficando cerca 14 pontos percentuais à frente do PSD e cerca de 20 pontos percentuais à frente do PS deixa clara a intenção da população de continuar a confiar na CDU e nos seus eleitos para gerir os destinos da Freguesia. Com a votação obtida, a CDU teria condições para continuar e aprofundar o seu trabalho em prol da qualidade de vida das populações e do desenvolvimento da Freguesia.

Mas infelizmente a oposição – PSD, BE e PS – coligou-se para impedir a CDU de cumprir o seu programa eleitoral e estar à frente dos destinos da Freguesia como a população maioritariamente escolheu.

Com esta coligação a oposição demonstrou que não lhe interessa o bem-estar da população nem o desenvolvimento da Freguesia, apenas se motiva com a baixa política, o ódio pessoal e o impedir a concretização do programa eleitoral da CDU.

Inviabilizando a eleição do executivo a oposição obriga a que a Junta de Freguesia fique em gestão corrente impedindo a concretização das obras necessárias ao desenvolvimento da Freguesia.

Nós estamos de consciência tranquila, certos de que tudo fizemos para que as soluções fossem as que melhor servissem Fernão Ferro, mas não é isso que, infelizmente, a oposição demonstrou querer. Chegados a este impasse, e se a oposição – PSD, BE e PS – continuar a inviabilizar a eleição da Junta, demonstrando não respeitar a vontade da população, outra solução não haverá, na defesa dos interesses da Freguesia de Fernão Ferro, que não seja a população demonstrar, uma vez mais e de forma expressiva que quer que a CDU continue à frente dos destinos da Freguesia, cumprindo o seu programa eleitoral."

O que não ganharam nas urnas, querem estes srs. do PSD/BE/PS, coligados, ganhar na secretaria com o acordo que estabeleceram entre si.

A população de Fernão Ferro não vai perdoar esta tentativa de usurpação, pela força, do mandato que soberanamente atribuiu à CDU.

Estaremos atentos!

Anónimo disse...

Finalmente vejo a oposição a trabalhar no sentido certo. Parabéns e o meu muito obrigado aos partidos da oposição PSD PS e BE que estão a coligar-se em Fernão Ferro. Bem haja.

J.S. Teixeira disse...

Os três estarolas de Fernão Ferro, querem sobrepor-se á vontade soberana do povo e decidiram inviabilizar a tomada de posse da CDU nessa freguesia. Quando não se tem capacidade para ganhar pelas vias democráticas utilizam-se ardis para tomar o poder de assalto. Conheça todos os detalhes no blogue O Flamingo.

Tenho dito.

Anónimo disse...

O PS/PSD/BE demonstram uma tremenda falta de respeito pela vontade popular.

Estes partidos continuam a provar, com as suas constantes atitudes, um desprezo pelo Povo que só lhes interessa para pagarem impostos!

O Sócrates não teve maioria absoluta mas os partidos na Assembleia de Republica, compreendendo a necessidade das instituições democraticas funcionarem, não inviabilizaram a constituição do Governo.

Em Fernão Ferro, a oposição que só elegeu 3 no PS, 3 no PSD, e 1 do BE para a Assembleia de freguesia, não permitiu a eleição dos 4 vogais para a Junta de Freguesia.
Veja-se a lata destes partidos que pretendiam que estes vogais fossem 1 do PSD, 1 do PS, 1 do BE e 1 da CDU.
Veja-se a falta de respeito que tiveram pelas escolhas do Povo da freguesia, ao qererem equiparar a CDU, força politica escolhida democraticamente para ganhar as eleições Autarquicas.

Força CDU, vamos para eleições caso seja preciso, porque a vontade do POVO É PARA RESPEITAR!

Anónimo disse...

A CDU é que ganhou é que deve constituir o executivo.

As eleições não foram para a Junta, e o Povo desta Freguesia votou para a Assembleia e decidiu que era formada por 6 da CDU, 3 do PS, 3 do PSD e 1 do BE.

O Povo não votou em nenhuma coligação PSD/PS/BE para a Assembleia e muito menos para a Junta, estes partidos apareceram separadamente e o povo votou-os separadamente. É má fé agora quererem fazer politica coligados.

O lugar destes partidos é na Assembleia e não na Junta, foi assim que o povo votou!

BASTA! VIVEMOS EM DEMOCRACIA E A VONTADE DO POVO DESTA FREGUESIA É PARA RESPEITAR!

Anónimo disse...

Mas, que direito assiste ao BE, que só obteve 7,02% de votos, para ele fazer parte do executivo da Junta?
Não brinquem com a inteligência das pessoas porque, pelo caminho que isto está a levar, com a repetição do acto eleitoral ainda dão de bandeja a maioria absoluta à CDU.
O que seria inédito em Fernão Ferro.
Quem são os políticos que estão a conduzir esta estratégia?
O coordenador do PSD local?
O coordenador do PS local?
Os presidentes das concelhias destes partidos?
Ou alguém da direcção local de um destes partidos que tem outros interesses que não a defesa dos interesses do partido?

Mário Raposo disse...

Do BE, costumam eles dizer que são a "esquerda de confiança".

Que esquerda é esta que em nome de interesses que não são os da população de Fernão Ferro se alia, coliga e concerta posições políticas com o PSD e com o PS?

Quem andará "distraído"?

Será que esta "esquerda de confiança", de tão cega pelo ódio à "esquerda consequente" corporizada pelo PCP, já nem se enxerga nos "meios" quando conspira, se alia, e se junta ao PSD e PS para combater a CDU e acima de tudo, representar o papel principal na penalização dos cidadãos de Fernão Ferro?

É caso para concluír: O BE - Bloco de Esquerda, no seu melhor!

Eduardo Santos disse...

Bloco? Nunca mais.

Pensei que era diferente.

Para mim, chega, basta de ser enganado.

Anónimo disse...

Até admira que com a postura que o BE tem tido na Assembleia Municipal, de votar sempre a favor da CDU, agora tenha votado contra em Fernão Ferro.
Desistiu de ser o braço direito da CDU ou ali há realmente um eleito da oposição?
Força, mostrem á CDU que não manda como quer e entende no concelho,nem que seja apenas nesta freguesia!!
Se os eleitores escolherem votar noutros tres partidos, isso deveria querer dizer alguma coisa a esses cumudistas de sempre.

Ponto Verde disse...

Isto está muito divertido , afinal é tudo sobre PODER . ninguém fala no privilégio de SERVIR ... o que é no fundo o que se pretende , que a população tenha quem os SIRVA !

O que parece é que depois da letargia da semana antes e da semana depois do dia 11 de Outubro, parece é que Todos acordaram !!!

Cumpra-se a Lei, é assim tão dificil ? Afinal , alguém está a cometer alguma ilegalidade ?

Anónimo disse...

Tu "ponto verde", todos os dias e em todas as horas!

Anónimo disse...

Caro Ponto Verde

Não é uma questão de ilegalidade.
É uma questão de ilegitimidade.
Ou seja: o BE com apenas 7,02 % de votos, não tem qualquer legitimidade para estar na Junta em pé de igualdade com o PSD e o PS.
Esta questão é simples de ver, mesmo sendo só observada do ponto de vista do lado do PSD ou do PS.
Ou será que para se atingir os fins já não se olham a meios?

Anónimo disse...

E a legitimidade de "Os Verdes" estarem representados em termos de igualdade quando são uma invenção do PCP que nunca foi a votos ?

Anónimo disse...

Cumpra-se a vontade dos eleitores da freguesia!!!

Deram a maioria à CDU ela é que deve formar o executivo.

Os outros partidos devem estar na Assembleia que é os seu legitimo lugar.

SRs do PS/PSD/BE não queiram mais do que o Povo vos deu!

Anónimo disse...

Ó anónimo das 12,05, as listas da CDU, são organizadas com base nos acordos estabelecidos entre o PCP, PEV e ID.

Se estiveres atento, verás igualmente que as listas integram também numerosos cidadãos sem filiação partidária.

Os Programas eleitorais, são o compromisso assumido pelos candidatos com rosto, nome e condição partidária, que é apresentado aos cidadãos. Foi com base nisso que a população do Concelho do Seixal, maioritariamente, mais uma vez, nestas eleições, confiou, reforçando a votação na CDU.

Nesta altura do "campeonato" é já caso para dizer que, se não entendem é melhor deixarem de beber porque de outro modo estão a dar cabo da saúde.