segunda-feira, março 16, 2009

SUCEDÂNEOS 1) - O REGRESSO DA VACA FRIA


Em 2001 a internet das redes sociais , dava em Portugal os seus primeiros passos e usavam-se ligações ronceiras que caíam com facilidade . A blogoesfera como hoje a conhecemos era uma curiosidade para geeks.

No entanto experimentava-se a interactividade e a democratização opinativa, em sites pioneiros como o
Expresso online que , publicava nesse início de 2001 dois textos assinados por Luís Pereira ; « Delapidação do Ambiente no Seixal » e « Caos Ambiental na Margem Sul» . Não sei se o autor assinava com nome próprio ou pseudónimo , mas sei que foram dados a ambos os textos, pelo Expresso , grande destaque e atingido os mesmos , recordes de comentários .

Eram despoletadas , pela primeira vez no Seixal e via Internet , questões postas de forma directa, aberta e alargada pela sociedade civil .

Até aquela altura estas questões eram "abafadas" dentro da "paróquia" onde iam morrendo em infindáveis reuniões ou comissões de moradores, de utentes ou meramente adhoc e depois , perfeitamente controladas na imprensa local , pela autarquia visada , uma autarquia que era também pela primeira vez posta em causa por um Movimento de Cidadãos em defesa de uma zona verde, protegida no PDM , a Flôr da Mata.


Com esta nova fórmula, o Expresso abria também as «caixas de comentários» a anónimos, a pseudónimos, a nomes próprios porque o que interessava, era o debate de ideias .

No debate , sobre temas locais , a mentira tem perna curta, e esses temas ou têm um tratamento serio, credibilidade e verdade, ou simplesmente sujeitam-se ao descrédito , ao ostracismo ... à justiça! Situação que o pseudónimo ou o anonimato , vindo ele dos textos ou dos comentários não salvaguarda.


De forma que textos, publicados no Expresso online ou nos inúmeros outros sites que a reboque todos os outros orgãos de informação criaram ... ou exponencialmente na blogoesfera entretanto surgida , não escapam a este crivo , a este triângulo , verdade - credibilidade - justiça .


Na Blogoesfera há blogues sobre os mais variados temas, actualizados com maior ou menor frequência , com maior ou menor alcance ... ou número de leitores e comentadores ( um número não traduz forçosamente o outro) ... depois há blogues com assinaturas de notáveis, de aspirantes a notáveis e de quem opte pelo maior dos despegamentos dessa mesma notoriedade , assumindo o anonimato , um pseudónimo ou um nickname ...


O A-Sul anda nestas bolandas blogoesféricas vai para cinco anos , assumiu o seu autor (es ?) , a fórmula de ser um blogue assinado por um pseudónimo , ou melhor , um nickname (Ponto Verde) no sentido de que o que interessava ao seu autor (es ?) era a discussão de problemas e ideias e não a sua fulanização , algo que incomoda sobremaneira a
numenklatura (e não só ... ) apostada exactamente no contrário.

O ataque directo feito por destacados "comandos" locais , usando a descredibilização pessoal , foram a forma com que o PCP local enveredou para fazer frente a esta nova realidade , no Expresso online no exemplo dado (veja-se os comentários ao autor) no primeiro caso e essa postura tem continuado sobre todos os blogues que têm surgido entretanto, incluindo alguns assinados por politicos eleitos pela oposição e outros que simplesmente ousaram ter uma posição diferente, e tido uma voz dissonante da ditadura do PCP na Margem Sul.


Podiamos aqui no A-Sul ter optado por outra forma , assinado os textos como fez Luís Pereira , ír a reuniões de Câmara com dossiers como fazia o saudoso Sr. Amélio ... ou podíamos ter seguido a via partidária ou até criado um movimento cívico , não o fizemos ... optámos dentro do que a constituição e a tecnologia permite , por continuar a ser uma voz incómoda , ireverente e ANÓNIMA !

Mesmo sendo o anonimato a forma mais fácil de ser atacado , o A-Sul continua a assumir essa fórmula com a contrapartida da credibilidade fácilmente comprovada daquilo que aqui vamos publicando , e dos documentos que temos em mãos. Dando voz aos que a não a têm , tratando de temas que a todos preocupam . Uma linha traduzida num número sempre crescente , quer de leitores, quer de comentadores .

Será sobre dois (ou será só um ?) desses comentadores que tratará o post de amanhã

11 comentários:

anónimo disse...

Alfredo Monteiro , Jorge Silva e afins portam-se como os senhores feudais nunca se portaram , como se fossem donos do concelho , o resto é aprendido na cartilha do PCP e posto em prática sempre que fôr preciso.

Anónimo disse...

O PCP perdeu o controle e está desesperado, prova disso é a candidatura do Alfredo Monteiro. Mais manifestações que façam a derrota da CDU vai ser esmagadora.

Anónimo disse...

VAMOS TODOS VOTAR PARA ACABAR COM O COMUNISMO NO SEIXAL, ENTÃO OS PC´S GANHAM AS ELEIÇÕES COM 25 000 VOTOS???? É INACREDITÁVEL. COMO É POSSIVEL? TEMOS DE MUDAR E VOTAR PARA ACABAR COM A ABSTENÇÃO E DESTA FORMA ENVIAR ESTE COMUNISTAS PARA CUBA OU COREIA DO NORTE. SE SÃO TÃO BONS PORQUE NUNCA FORAM GOVERNO? PORQUE NUNCA GANHARAM UMA CAMARA COMO LISBOA OU PORTO?

VAMOS TODOS VOTAR.

tiago disse...

Com os comentàrios que fazem certas pessoas nota-se logo,que hà muito licho nas suas arcas. São saudades de Salazàr, são saudades do facìsmo,é do anti-comunismo primàrio enfim é uma conversa nauseabunda. No tempo de crise deve haver, ainda, muitos vendidos que têm alguns milhares,dos serviços prestàdos, e estão com o medo que lho vão tiràr; Pobre paìs que alimenta gente desta.

amigos de Amélio disse...

O Amélio era um verdadeiro Comunista que muito deu ao Partido , estes que o gozavam são tudo menos Comunistas.

Anónimo disse...

"fácilmente"

Anónimo disse...

"hà muito licho nas suas arcas"

Anónimo disse...

"Mesmo sendo o anonimato a forma mais fácil de ser atacado";

Bem como a forma mais fácil de atacar os outros sem assumir as responsabilidades das nossas afirmações.

ex-militante disse...

«Bem como a forma mais fácil de atacar os outros sem assumir as responsabilidades das nossas afirmações.»

É por isso que quem assim critica o anonimato assina «anónimo».Coerência Camaradas , acima de tudo!

Anónimo disse...

É só risota um pseudo-anónimo (ex-militante) a criticar um anónimo...lol...
eu também vou ser agora anónimo pois se o ponto verde pode eu também quero!! Coerência camaradas socialistas!!

Anónimo disse...

Tá calado cromo de ex-militante cresce e aparece!!