segunda-feira, fevereiro 28, 2011

PROSSEGUE A DESTRUIÇÃO AMBIENTAL NO SEIXAL


Desde o final de Dezembro como aqui temos sistemáticamente denunciado que uma zona do Seixal , junto à Estrada de Sesimbra sofre uma brutal e ilegal acção de desflorestação.

Os residentes na zona denunciaram o facto desde o primeiro dia , quer à câmara, quer ao SEPNA da GNR.


A justificação dada pela autarquia era primeiramente de que se tratava de retirada de madeira queimada. Demonstrado e desmontada esta mentira pelos cidadãoe e por alguns autarcas como Dr.Paulo Edsom , vereador com a pasta da Protecção Civíl ou Carlos Pereira da Assembleia de Freguesia da Arrentela, logo a autarquia se apressou a apresentar outra desculpa:

Que a desmatação feita por um PRIVADO em terreno PRIVADO se destinava a "acessos da construção do IC 32". Foi demonstrado que a autarquia MENTIA novamente , tendo sido confrontada pelos populares com documentação e testemunhos em reunião de Câmara acontecida há quinze dias.

O que aconteceu então estas duas semanas aconteceu que em vez de pararem com o corte, o corte acelerou de ritmo, com mais máquinas, mais homens e o dobro das motosseras no local que desde então têm trabalhado incessantemente do nascer ao pôr do Sol.


Todo este procedimento está pleno de má-fé , de ilegalidades processuais e de mentirtas por quem, perante os cidadãos devia ser o garante da aplicação da lei. Nenhum responsável ou eleito da CDU esteve no local, ninguém dos Verdes avaliou a situação, nenhum fiscal da câmara verificou o que se estava a passar. Foi a omissão total e o total encobrimento de um crime denunciado por todos o que ali se tem passado.

Não actuando , a autarquia e os autarcas do Seixal são TODOS eles coniventes com o que se está a passar à revelia da lei e a lei é clara e não basta manterem os sobreiros (alguns que outro também foram cortados) uma vez que estão a destruír o ecossistema do qual fazem parte os sobreiros e que é tal como estes, protegido por lei de protecção ambiental, para além do reforço dado pelo Plano Director Municipal.


A autarquia do Seixal está a sim a prevaricar, consciente e informada perante a lei em vigor , será certamente julgada em conformidade, pelos cidadãos já o foi, esperemos pela decisão dos tribunais.

9 comentários:

Fernando Rua disse...

Sim, sim...há muito que este tema ultrapassou o comum dos mortais e deveria estar a ser tratado noutras INSTÂNCIAS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Anónimo disse...

E ainda eles dizem que não se passa nada no Seixal!!!


http://jornalcomerciodoseixalesesimbra.wordpress.com/2011/02/28/incidentes-na-abertura-dos-jogos-do-seixal/

Anónimo disse...

Trata-se também aqui de ocupação e utilização de terrenos que não pertencem , nem nunca pertenceram a quem agora quer cortar tudo a eito. Há aqui roubo e ocupação ilegal de terrenos e como se vê, não com os melhores motivos.

Anónimo disse...

Aqui quem deve explicar os argumentos lançados pela população, em vez de o fazer, ameaça, gesticula, fala alto e avança em frente cortando pinheiros com mais motosserras e mais ucranianos e brasileiros a destruír em minutos o que levou trinta, cinquenta anos a crescer em solo português.
São grandes patriotas estes autarcas , os patos bravos, e as empresas por detrás de tudo isto.
O comportamento é de que estão comprometidos com o que a lei não contempla nem defende.
Ponham lá a coisa em TRIBUNAL PÔXA!
Que é para terem de explicar as transacções que têm ocultado , as datas dessas transacções , quem está por derás delas etcccc...

Ex. militante disse...

Muito bem , a verdade é que "a lei é clara e não basta manterem os sobreiros (alguns que outro também foram cortados) uma vez que estão a destruír o ecossistema do qual fazem parte os sobreiros e que é tal como estes, protegido por lei de protecção ambiental, para além do reforço dado pelo Plano Director Municipal."
A Câmara do Seixal é a quem incumbe a protecção ambiental e a aplicação da lei, ou não tendo competência para isso, mas dispondo da informação, tem que apelar a quem a faça aplicar.

A CÂMARA ESTÁ METIDA NUMA ILEGALIDADE TAL COMO QUEM CONTRATOU O CORTE DAS ÁRVORES.

Anónimo disse...

Correcção: Autarquias devolvem até 5% do IRS. E a sua?

O Seixal está AINDA a pensar...

http://www.tvi24.iol.pt/economia/irs-devolucao-autarquias-impostos-municipios-agencia-financeira/1235935-4058.html

ZÉ DO PINHAL disse...

Tem toda a razão o comentador das 3 e pouco...a facilidade com que se destroi o que a NATUREZA leva anos a "fabricar"...Isto só vai à PORRADA!!!!

Anónimo disse...

Há um sentimento de impunidade e de mando, quero e posso em quem faz estas coisas. neste caso a policia deixou que se fizesse esta barbaridade assente em falsas declarações dos proprietários e não considerando o que está definido em PDM. Investigue-se, nomeadamente o senhor Fernando Ruas que não sei se pôs ou não o primeiro comentário.

Anónimo disse...

Será que quis dizer Fernando Rua?
Ruas é o outro...